martins em pauta

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Irmão de Cabral teria recebido R$240 mil sem prestar serviços

Quinta, 14 de Dezembro de 2017 

Sérgio Cabral | Foto: Reprodução / Portal CBN Campinas.

Em interrogatório à Justiça Federal, o publicitário Maurício Cabral, irmão do ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, declarou que recebeu R$ 240 mil em 2011. De acordo com a Folha de S. Paulo, o dinheiro foi recebido por meio de Carlos Emanuel Miranda, que assumiu durante delação ser o gerente da propina do ex-governador. De acordo com Maurício Cabral, Miranda teria o procurado para dizer que havia encontrado um cliente para ele. Uma nota fiscal de R$240 mil foi emitida, Marcelo chegou a receber o dinheiro, mas não teria sido procurado para executar o serviço combinado. "Eu cobrava. E o trabalho? E o trabalho? O trabalho não vinha e nunca mais apareceu", disse o publicitário que é acusado de participar da lavagem de dinheiro do esquema do irmão. A denúncia aponta que Marcelo teria recebido o dinheiro mil da FW Engenharia, que teria enviado por meio de uma empresa de fachada Segundo Marcelo, no mundo publicitário é normal emitir notas fiscais antes da prestação do serviço, ainda mais quando se tratava de uma pessoa considerada por ele confiável, como Miranda, que é seu colega de infância. A empreiteira FW teria pagado R$ 1,7 milhão de propina ao ex-governador, mas as 16 denúncias contra Cabral já somam R$400 milhões em propina recebida entre 2007 e 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget