martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quarta-feira, 18 de agosto de 2021

“Estão exigindo que ele faça em apenas um mandato o que não foi feito em 40 anos”, afirma analista político sobre Bolsonaro (veja o vídeo)

Quinta, 19 de Agosto de 2021

Em um ângulo oposto à maioria dos analistas políticos, o jornalista Alfredo Bessow aponta que o placar de 229 votos favoráveis à PEC do voto impresso auditável obtido na Câmara não pode ser visto como uma derrota, mas como um medidor da real força do presidente Bolsonaro e do verdadeiro tamanho da esquerda brasileira.

Bessow ainda alerta para o fato de que existe outra PEC tramitando no Senado, em estágio mais avançado.

“Vou ser bem sincero. Nunca entendi essa PEC. Já existe uma PEC no Senado, de autoria do senador Marcos Rogério. Ela inclusive foi aprovada em 2015 pela Câmara.

De tudo isso que aconteceu, termos uma maioria na votação, o que foi até certo ponto surpreendente. Não vi como derrota. Não podemos recuar nem para tomar impulso! Essa votação deu a noção do tamanho de Bolsonaro e da esquerda. E olha... com urnas eletrônicas!”, ressaltou.

Alfredo Bessow destaca que o mais correto seria a execução de um plebiscito para ouvir a sociedade a respeito das urnas eletrônicas. Porém, ele chama a atenção para o fato de que um plebiscito como esse poderia não ser totalmente confiável.

“Essa discussão já está na sociedade. Até as seccionais da OAB não querem mais votações com urnas eletrônicas sem existir contagem de votos. Abriu a porteira da falta de credibilidade. Vocês sabem, eu sou plebiscitário.
Gostaria de um plebiscito sobre pena de morte... sobre prisão perpétua. Mas como fazer um plebiscito sobre a confiabilidade das urnas eletrônicas com essas urnas eletrônicas? Nós temos uma história complicada sobre plebiscitos. O de 2005 sobre desarmamento nunca foi respeitado”, relembrou.

Em uma reflexão sobre o atual governo, Alfredo Bessow ainda conclui que existe um exagero nas cobranças feitas ao presidente Jair Bolsonaro, em menos de três anos de um mandato.

“Duvido que exista alguém que aguente um dia no lombo o que o Bolsonaro aguente de acusação, agressão e traição como ele aguenta... Estão exigindo que ele faça em apenas um mandato o que não foi feito em 40 anos e que ainda fomos coniventes.
Eu mesmo assumo minha culpa”, completou.

Confira:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055