martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quinta-feira, 19 de agosto de 2021

Bolsonaro diz querer conversar com Moraes e Barroso para “chegar a um acordo“

 Quinta, 19 de Agosto de 2021

Foto: Adriano Machado/Reuters + Reprodução/STF

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (19) que está aberto para o “diálogo” caso ministros do Judiciário queiram conversar para “chegar a um acordo“. Em tom diferente daquele dos últimos dias, o chefe do Executivo se dispôs a dialogar com os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) que critica: Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso. Disse ainda que poderia conversar com o ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Luis Felipe Salomão.

Converso com o senhor Alexandre de Moraes, se quiser conversar comigo. Converso com o senhor Barroso, se quiser conversar comigo. Converso com o senhor Salomão, se quiser conversar comigo. Ele fala o que ele acha que tá certo, eu falo o que está para o lado de cá. E vamos chegar num acordo“, disse durante viagem a Cuiabá (MT) nesta quinta-feira (19).

Não estou atacando ninguém, nenhuma instituição. Algumas poucas pessoas que estão turvando as águas do Brasil. Quero paz, quero tranquilidade“, declarou o chefe do Executivo.

Bolsonaro afirmou que um “problema” entre os Poderes reflete na cotação do dólar, que impacta na população. “Toda vez que há um problema se mexe no dólar. Mexeu no dólar, mexe no preço do combustível, tem inflação. Tem dor de cabeça. Para o povo todo, em especial, o mais pobre, o mais humilde. É pedir muito o diálogo? Da minha parte nunca vou fechar as portas para ninguém“, disse.

O presidente também disse nesta quinta-feira (19) que “não haverá ruptura” institucional, mas citou que é “provocado o tempo todo”. A defesa pelo voto impresso foi a principal divergência do chefe do Executivo com o ministro Barroso, que é presidente do TSE. O Tribunal enviou notícia-crime contra Bolsonaro por ataques contra o sistema eleitoral. Alexandre de Moraes aceitou a notícia-crime e incluiu o presidente no inquérito das fakes news.

Também irritou o presidente a prisão do ex-deputado Roberto Jefferson, determinada por Moraes. O presidente criticou ainda decisão de Luis Felipe Salomão de desmonetizar páginas na internet que publicam conteúdos contra as urnas eletrônicas. Para Bolsonaro, as decisões dos ministros ameaçam a “liberdade” das pessoas.

Gostaria até que não tivesse o 7 de setembro fora das paradas militares, mas o que está em jogo, pessoal, é a nossa liberdade“, disse. O presidente anunciou que participará de atos no Dia da Independência em Brasília e São Paulo. Nesta quinta-feira (19), também afirmou, sem citar o STF diretamente, que há uma “supressão da liberdade por parte de alguns poucos que habitam a Praça dos Três Poderes”.

Poder 360

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055