martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

domingo, 21 de março de 2021

Ciro chama Bolsonaro de "ladrão", PF abre inquérito e o falastrão se vitimiza... Agora chora?

Domingo, 21 de Março de 2021

A Polícia Federal instaurou inquérito contra ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, (PDT) em virtude de uma entrevista em que ele criticou o presidente Jair Bolsonaro e o ofendeu, chamando-o de “ladrão”.

Segundo a PF e o Ministério da Justiça, o pedido de investigação partiu do próprio presidente, que considerou a fala de Ciro crime contra a honra. O pedido foi encaminhado ao Ministério da Justiça por meio da Secretaria de Assuntos Jurídicos da Secretaria-Geral da Presidência.

Conhecido pelos ataques de fúria e ofensas destiladas a opositores, Ciro Gomes concedia entrevista à Rádio Tupinambá, de Sobral (CE), em novembro de 2020, quando declarou:

“Qual foi o serviço do Moro no combate à corrupção? ‘Passar pano’ e acobertar a ladroeira do Bolsonaro. Por exemplo: o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), que descobriu R$ 89 mil desse (Fabrício) Queiroz, que foi preso e é ladrão, ladrão pra valer, ligado às milícias do Rio de Janeiro. E onde estava o senhor Sergio Moro? Acobertando”, disse Ciro na ocasião, sem apresentar provas.

“Língua afiada”, sempre demonstrando irresponsabilidade, Ciro responde a 74 processos por 244 acusações e xingamentos.

Questionado se havia sido comunicado da investigação, ele disse:

“Soube dez dias atrás. Não dei muita bola”, ironizou.

E completou:

“Ela (delegada da Polícia Federal de Brasília) me enviou um email, comunicando a portaria que baixou atendendo ordem do ministro da Justiça que, por sua vez, baseou sua ordem num pedido assinado pelo próprio Bolsonaro”, afirmou Ciro.

Nas redes sociais, o ex-governador afirmou que "considera grave a tentativa de Bolsonaro de intimidar opositores e adversários".

Mero "choro" de um falastrão.

Na realidade não há qualquer intimidação. Pelo contrário, Ciro tem a chance de provar o que diz. Como não tem provas, tenta mudar o foco.

É o vitimismo de quem não assume a responsabilidade por seus atos inconsequentes.

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055