martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

domingo, 10 de janeiro de 2021

Ministro requisita abertura de inquérito para que PF investigue Ruy Castro após texto contra Bolsonaro

Domingo, 10 de Janeiro de 2021


Foto: Ueslei Marcelino

O ministro da Justiça, André Mendonça, afirmou que solicitará a abertura de um inquérito policial contra dois jornalistas por instigação a suicídio. Embora Mendonça não cite expressamente o nome dos jornalistas, a mensagem é direcionada a Ruy Castro, colunista da “Folha de S.Paulo”, e Ricardo Noblat, da revista “Veja”.

Neste domingo (10), Ruy Castro publicou a coluna “Saída para Trump: matar-se”, em que sugere que a única forma de o presidente norte-americano entrar para a história como herói é se matando, como fez o brasileiro Getúlio Vargas. “Se Trump optar pelo suicídio, Bolsonaro deveria imitá-lo”, escreveu também o colunista.

Ruy Castro ironiza

Sem perfil nas redes sociais, Castro tomou conhecimento da repercussão de seu texto após ser contatado pelo UOL. Para responder aos ataques, o jornalista parafraseou declarações de Bolsonaro durante a pandemia de covid-19: “Foi só uma sugestão para Trump e Bolsonaro, eles não precisam aceitar. E todos vamos morrer um dia, não? Além disso, não sou coveiro”, ironizou.

Ricardo Noblat republicou em sua conta no Twitter trechos do texto de Ruy Castro. Membros do governo Bolsonaro e apoiadores do presidente cobram que as redes sociais suspendam a conta do jornalista por discurso de ódio. A revista “Veja”, que hospeda coluna de Noblat, repudiou o post do colunista repercutindo o texto de Castro.

A coluna de Ruy Castro ganhou repercussão no Twitter após o também jornalista Ricardo Noblat, colunista da revista “Veja”, compartilhá-lo em seu perfil —com 1,1 milhão de seguidores. O assunto se tornou um dos mais comentados entre os usuários brasileiros neste domingo.

O ministro da Justiça, André Mendonça, afirmou que pediu a abertura de um inquérito contra os dois jornalistas, pelo crime de incitação ao suicídio, previsto no Código Penal:

O crime de instigação ao suicídio tem pena de seis meses a dois anos de reclusão, que pode ser dobrada se a ação for praticada pela internet.

Esta não é a primeira vez que Mendonça solicita a abertura de investigação criminal contra Noblat por comentários no Twitter contra o presidente Bolsonaro.

UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055