martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 11 de janeiro de 2021

Estranhamente, eficácia da Coronavac na Indonésia é de apenas 65%

 Segunda, 11 de Janeiro de 2021


A Agência de Alimentos e Medicamentos da Indonésia anunciou, nesta segunda-feira (11), que a vacina chinesa Coronavac contra a Covid-19, produzida pela gigante farmacêutica Sinovac, apresentou apenas 65,3% de eficácia, de acordo com resultados preliminares de testes clínicos realizados no país em estágio avançado. Por isso, o país aprovou somente o uso emergencial do imunizante para combater o coronavírus.

“Esses resultados atendem aos requisitos da Organização Mundial da Saúde (OMS) de um mínimo de eficácia de 50%”, disse Penny K. Lukito, que dirige a agência reguladora e observa, atentamente os resultados de ensaios feitos no Brasil e na Turquia.

Estranhamente, no Brasil, a mesma vacina mostrou, semana passada, que a eficácia do imunizante era de 78% (e, em casos mais graves, de 100%), segundo apontou o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas e o Governador de São Paulo, João Dória (PSDB), em entrevista coletiva muito criticada pela imprensa.

Na ocasião, Dimas foi evasivo quanto aos números solicitados e a entrega do relatório detalhado aos jornalistas não ocorreu.

A Indonésia, assim como muitos outros países do mundo, está lutando contra o pior surto de Covid-19 no sudeste da Ásia. As autoridades aguardam, ansiosamente, uma vacina que ajude a aliviar as crises econômicas e de saúde que devastam o país.

A Indonésia registrou 836.718 infecções pelo novo coronavírus e 24.343 mortes.

O país já recebeu 3 milhões de doses da Sinovac e espera receber mais 122,5 milhões de unidades em breve.

China, Indonésia, Brasil, Chile e Turquia foram os únicos países do mundo a demonstrarem interesse de compra pelo fármaco.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055