martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 26 de dezembro de 2020

Padres desafiam juiz federal, mas tribunal age rapidamente e evita o confronto

 Sábado, 26 de Dezembro de 2020

A decisão do juiz federal de Petrópolis mandando interromper as missas e cultos evangélicos foi reformada pelo Tribunal.

Tirando os aspectos legais de ser ÓBVIO que ela tinha mesmo que ser reformada, o fato é que se ela continuasse em vigor causaria um embate sem precedentes na cidade, que serviria de exemplo para o resto do país, e quiçá do mundo cristão.

É que os padres já tinham decidido que NÃO CUMPRIRIAM A DECISÃO, quando fossem notificados, pois só devem obediência ao Bispo da Diocese, de acordo com o Direito Canônico da Santa Igreja, que por sua vez não tinha emitido qualquer ordem, decreto ou algo parecido no sentido de interromper as celebrações religiosas.

O padre da minha paróquia já havia dito na semana passada que se responsabilizaria pessoalmente por qualquer problema que o descumprimento da ordem judicial provocasse, dizendo ainda, literalmente, que se fosse o caso de ir preso ficaria pouco tempo detido, pois é primário e tem bons antecedentes.

E igual a ele, assim agiram todos os outros padres de Petrópolis.

Felizmente, quis Deus que o bom-senso perdido pelo juiz federal da cidade, ao se intrometer na liberdade religiosa do povo petropolitano, fosse restabelecido pelos juízes superiores hierárquicos do Tribunal. Mas que esse confronto que estava prestes a acontecer aqui serviria de exemplo a todos, isso é inegável.

Meu desejo: que em 2021 comecemos a reverter essa situação de loucura coletiva instaurada pelos arautos do caos agindo por aí em nome da “saúde da coletividade”. Ou então que mantenhamos a nossa sanidade contra tudo e contra todos, nunca nos dobrando aos arroubos autoritários de muitos: mesmo que no final fiquemos sozinhos, como os únicos sãos em um mundo de loucos.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055