martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sexta-feira, 18 de dezembro de 2020

A “anemia” de Maia se acentua gravemente

 Sexta, 18 de Dezembro de 2020

O deputado Rodrigo Maia vive um momento de muita angústia e sofrimento.

Outrora um deputado inexpressivo, de poucos votos, sem carisma e projeção, num lance de pura sorte elegeu-se presidente da Câmara dos Deputados.

Assumiu chorando e reverenciando a figura do ‘papai’, o ex-prefeito do Rio de Janeiro, Cesar Maia.

Gradativamente foi se apegando ao cargo, e acabou se reelegendo para a presidência da mesa. Não, pela competência. Mas, pela absoluta subserviência a interesses inconfessáveis.

Porém, está chegando o momento inevitável de deixar o cargo.

Sem cargo, acabou o homem.

Momentos terríveis o aguardam.

Sem avião da FAB, irá sentir o quanto é detestado pela população.

E já percebe que sua suposta ‘liderança’ nunca existiu.

Da presidência vai retornar fulminante para o baixo clero.

E em 2022, certamente não conseguirá sua reeleição para a Câmara Federal.

Sem mandato, seu destino é incerto, mas até mesmo a prisão é uma possibilidade.

O codinome “Botafogo” deve ressurgir e importuná-lo com muita força.

Por outro lado, na luta para eleger alguém de seu grado para a sua sucessão, já percebeu o tamanho minúsculo de sua inserção sobre os demais deputados.

Segundo o jornal O Globo, Luciano Bivar ‘está em vias de abandonar Rodrigo Maia e embarcar nas caravelas de Arthur Lira.’

O PSL tem 53 deputados, uma perda que deve acentuar a anemia de “Botafogo”.

Gonçalo Mendes Neto. Jornalista.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055