martins em pauta

sábado, 7 de julho de 2018

RN registra avanços na educação básica e na melhoria da aprendizagem; relatório feito pelo INEP com as metas do Plano Nacional

Sábado, 07 de Julho de 2018


Resultado de imagem para Imagens do INEP

Mais potiguares estão ingressando no ensino fundamental, médio, técnico e alcançando uma melhor aprendizagem. Essa é a realidade apresentada pelo Relatório do 2º Ciclo de Monitoramento das Metas do Plano Nacional de Educação (PNE), divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) no mês de junho. Os dados estão disponíveis no portal da instituição.

O relatório, que reúne dados relativos ao despenho dos estados brasileiros no cumprimento das diretrizes estabelecidas pelo PNE, aponta avanços na Educação Básica. “A educação do RN começa a fazer uma curva muito positiva em quase todas as metas do Plano Nacional de Educação, sobretudo quando comparado aos estados do Nordeste. Essa conquista é coletiva”, declarou a secretária de Educação do RN, Cláudia Santa Rosa, em sua rede social ao comentar os dados.

Referente a esse item, o RN apresenta a terceira melhor taxa de alfabetização entre os nove estados que compõem a região nordeste, alcançando o patamar de 86,5% da população alfabetizada. “Nossa taxa de analfabetismo funcional é a mais baixa do Nordeste, 23,1%. Existe um desafio muito grande nesta área, mas estamos alterando esse indicador”, frisou Santa Rosa.

Outro dado apresentado pelo relatório é referente a maior etapa da Educação Básica: o ensino fundamental. No RN, o percentual da população com faixa etária de 6 a 14 anos que frequenta ou já frequentou o ensino fundamental é de 98,3%. O dado é referente ao ano de 2017 e coloca o RN na terceira posição entre os estados do Nordeste com o melhor resultado. Outro número relativo a esta etapa de ensino é o quantitativo da população que chega aos 16 anos com pelo menos o ensino fundamental concluso: 68,7% da referida faixa etária, colocando o estado, entre os nordestinos, atrás apenas do Ceará, que surge no relatório com 76,2%.

Com mais alunos estudando, o RN também registrou melhoria no desempenho em leitura e escrita de crianças do 3º ano do ensino fundamental. O estado é a segunda unidade federativa do Nordeste com as melhores notas no quesito leitura e escrita. Em matemática, o RN faz parte dos três estados com melhores resultados, sendo Ceará em primeiro e Pernambuco em segundo.

Já os potiguares com 15 a 17 anos de idade que, no ano passado, estavam sendo atendidos pela Educação Básica ou já havia concluído essa etapa de ensino, chegou aos 90%. Isso coloca o RN em quarta posição nordestina neste item do relatório. Já os habitantes que, no mesmo período, frequentavam o ensino médio somam 62,2% da população.

Educação Profissional

Nos últimos 4 anos mais estudantes ingressaram na rede técnica de ensino no RN. De acordo com o relatório produzido pelo INEP, o número de vagas nas escolas de educação profissional técnica de nível médio quase dobrou, saindo de 19.612 vagas em 2013 para 38.822 no ano passado, uma variação positiva de 48,4%. Fortalecendo a rede técnica no RN, o Governo do RN tem investido na expansão dessa modalidade de ensino. Desde que a atual gestão assumiu, em 2015, sete centros estaduais de educação profissional foram colocados em funcionamento. Outros dois centros estão em construção e mais um teve sua ordem de serviço assinada. A rede estadual de ensino também conta com unidades de ensino que ofertam cursos técnicos, como nas escolas estaduais Floriano Cavalcanti (Natal), Monsenhor Honório (Pendências), Ronald Néo Junior (Almino Afonso), Juscelino Kubitschek (Assu), José Nogueira (Mossoró) entre outras. A rede de ensino técnica federal também contribui no aumento dessa estatística, representada pelos Institutos Federais do RN (IFRNs).

Educação Infantil

Junto com os estados do Piauí, Ceará e Maranhão, o RN forma o grupo de quatro estados brasileiros com o maior percentual de atendimento às crianças na pré-escolas. Segundo o relatório, 96,6% das crianças potiguares dessa faixa etária estão na escola.

Educação Especial

O RN é um dos quatro estados do Brasil, e único da região nordeste, que universalizou o acesso à educação aos estudantes de 4 a 17 anos com deficiência e altas habilidades. De acordo com o Inep, o RN dispõe de 100% do referido grupo estudando em sala de aula comum.

Magistério

O relatório também apresenta números relativos à docência. Quando observados os dados relativos ao percentual de professores com formação adequada a área que eles atuam, o RN ocupa o 1º lugar no Nordeste em duas etapas de ensino: na educação infantil, com 51,3% dos professores, e no ensino fundamental – anos iniciais, onde o estado desponta com 66,6%. Na segunda etapa do ensino fundamental, o estado dispõe de 43,4% dos professores atuando dentro da sua modalidade de ensino, e no ensino médio esse número salta para 64,3%. Em ambos os casos, o RN fica em segundo lugar no item dentre os nove estados do Nordeste.

O rendimento bruto médio mensal dos profissionais do magistério das redes públicas do RN, que totaliza R$ 3.688,13, representa 92% do valor médio recebido por outros profissionais locais com nível de formação superior, que é de R$ 4.010,72. Esse indicador coloca o estado como 2º melhor da região Nordeste, ficando atrás apenas do Maranhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055