martins em pauta

domingo, 19 de novembro de 2017

No cargo há dois meses, Dodge dedicou metade das suas ações à Lava Jato

Domingo, 19 de Novembro de 2017 

Foto: Reprodução/ EBC

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, no cargo há dois meses, dedicou quase metade de seus atos a investigações da Operação Lava Jato. De acordo com a Folha de S. Paulo, de 18 de setembro, data em que Dodge assumiu, até a tarde desta sexta-feira (17), a Procuradoria-Geral da República (PGR) enviou 760 manifestações ao STF (Supremo Tribunal Federal) e ao STJ (Superior Tribunal de Justiça), das quais 360 (47,4%) têm relação com a operação de combate à corrupção. Nesse período, Dodge ofereceu ao STF três denúncias, nenhuma ligada à Operação Lava Jato. Os alvos foram a deputada Shéridan (PSDB-RR, acusada de compra de votos), o deputado Pedro Paulo (PMDB-RJ) junto com o ex-prefeito do Rio Eduardo Paes (acusados de fazer carreata no dia da eleição) e o ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Admar Gonzaga (acusado de agredir a mulher).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget