martins em pauta

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Moro nega pedido de transferência de Eduardo Cunha para presídio em Brasília e no Rio

Terça, 21 de Novembro de 2017

Foto: Reprodução/ EBC

O pedido de transferência definitiva do ex-deputado Eduardo Cunha foi negado, nesta segunda-feira (20), pelo juiz Sérgio Moro. Cunha atualmente está preso no Complexo-Médico Penal (CMP), na região metropolitana de Curitiba, e a defesa do ex-parlamentar havia solicitado a transferência dele para o sistema prisional de Brasília ou do Rio de Janeiro. Sérgio Moro negou o pedido alegando que a transferência não é conveniente para o processo penal, pois tanto no Rio de Janeiro quanto em Brasília, Cunha teria influência política. “Sua influência política em Curitiba é certamente menor do que em Brasília ou no Rio de Janeiro. Mantê-lo distante de seus antigos parceiros criminosos prevenirá ou dificultará a prática de novos crimes e, dessa forma, contribuirá para a apropriada execução da pena e ressocialização progressiva do condenado”, afirmou Moro. Nas últimas semanas, Eduardo Cunha ficou preso temporariamente em Brasília em função dos depoimentos que estava prestando em outro processo. No entanto, após o interrogatório, seu retorno a Curitiba foi determinado pela Justiça. O ex-deputado foi preso na Operação Lava Jato e condenado a 15 anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, sem direito a recorrer em liberdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget