martins em pauta

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Assassinatos de mulheres crescem em 48,5% no Rio Grande do Norte em 2017

Quarta, 22 de Novembro de 2017


O número de mulheres assassinadas no Rio Grande do Norte – somente em 2017 – aumentou em 48,5% se em comparação ao ano passado. Entre janeiro e novembro deste ano, 140 mulheres foram mortas; já no ano passado foram registrados 94 homicídios – uma diferença de 46 casos. A estatística foi obtida em estudo realizado pelo Observatório da Violência Letal Intencional (Obvio) do estado potiguar.

A maioria das vítimas – 112 das 140 – era negra ou parda. Do total, 63 tinham entre 18 e 30 anos; 23 tinha idades entre 12 e 17 anos; por fim, 41 vítimas circulavam a faixa entre 31 e 60 anos. Em 66 dos registros, as vítimas não exerciam atividade remunerada ou trabalhavam em serviços domésticos. Das 140 mulheres mortas, 62 recebiam até dois salários mínimos e sete recebiam mais do que quatro salários mínimos; 71 delas não tinha renda.

Feminicídios

No tocante aos feminicídios – assassinatos de mulheres causados pela desigualdade de gênero – o Rio Grande do Norte também registrou aumento. Entre janeiro e 17 de novembro de 2016 foram registrados 32 casos. Neste ano, foram 35 levando em consideração o mesmo período. Destes, quatro ocorreram em Natal e quatro em Parnamirim, Macaíba registrou três ocorrências e Mossoró duas.

VIA AGORA RN / O Natalense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget