martins em pauta

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Alvo da PF, baiano tentou aplicar golpe alegando ter mina de ouro de R$ 9 trilhões

Quarta, 29 de Novembro de 2017 

Foto: Reprodução / TV Globo

O empresário baiano Jorge Menezes Carvalhal França tentou aplicar na Bahia um golpe que atingiu mais de 25 mil pessoas em todo país. Ele foi alvo de um mandado de prisão como parte da operação Ouro de Ofir, deflagrada pela Polícia Federal este mês a pedido da Justiça Federal do Mato Grosso do Sul. A residência dele em Salvador, no bairro da Barra, também foi alvo de um mandado de busca e apreensão. Jorge também teve contas bancárias bloqueadas. Informações passadas ao Bahia Notícias indicam que o empresário alegava possuir bilhões de reais bloqueados pelo Itaú e por bancos europeus. Além disso, ele sugeria receber ligações com frequência de senadores, ministros e presidentes de diversos órgãos. Ele participou de um golpe no qual era apontado como dono de uma mina de ouro avaliada em R$ 9 trilhões. Os autores do crime prometiam lucros estratosféricos às vítimas em negócios fictícios envolvendo ouro que seria "do tempo do Império". "Apesar dos autores alegarem que os valores estratosféricos 'transferidos' a terceiros, em contrato, serem oriundos de uma mina de ouro, nada disso encontra-se registrado ou respaldado com documentação legal. A suposta mina de ouro não passa de mais uma farsa criada e replicada pelos autores e seus comparsas, como motivo para recursos tão vultosos, que passariam da casa de trilhões de reais", relatou a Polícia Federal no documento que decretou as prisões preventivas da operação Ouro de Ofir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget