martins em pauta

domingo, 1 de outubro de 2017

Ex-médico Roger Abdelmassih, condenado por 48 estupros, voltará à prisão domiciliar

Domingo, 01 de outubro de 2017 

Foto: Divulgação/Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai

O ex-médico Roger Abdelmassih – condenado a 181 anos de prisão por 48 estupros de 37 de pacientes – voltará a cumprir pena domiciliar. A decisão de habeas corpus de retorno à prisão em casa foi concedida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski. Roger Abdelmassih deixará a Penitenciária de Tremembé, no interior paulista, onde estava preso desde 24 de agosto. Na época, uma liminar cassou a permissão de o médico cumprir a pena em casa por falta de tornozeleira eletrônica no estado paulista. Segundo a Agência Brasil, a expectativa do advogado de Abdelmassih, Antônio Celso Fraga, é que, devido ao plantão judiciário no final de semana, seu cliente deixe a penitenciária na segunda-feira (2). Ainda conforme o defensor, a prisão domiciliar não havia sido cassada, mas apenas suspensa. Abdelmassih estava, desde julho, em regime domiciliar. No início de agosto, após autorização judicial, o ex-médico esteve internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo, por conta de uma infecção urinária. A Justiça determinou que, após a internação, ele voltasse ao sistema prisional, mas os advogados de defesa do ex-médico entraram com um habeas corpus para garantir que ele voltasse ao regime domiciliar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget