martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quarta-feira, 25 de janeiro de 2023

Com prejuízo milionário, CNN quase 'bate as botas' e toma atitude radical no Brasil

 Quarta, 25 de Janeiro de 2023

Segundo a matéria, ‘a CNN Brasil fechou 2022 com um déficit de cerca de R$ 160 milhões e o estrago financeiro fez sua diretoria cogitar o encerramento da operação no país, no fim do ano passado’:

“O NaTelinha apurou que o rombo milionário assustou Rubens Menin, dono da CNN Brasil, porque existia uma expectativa de R$ 30 milhões de lucro em 2022. Neste cenário, a reestruturação ocorrida no mês passado era necessária por uma questão de sobrevivência do negócio no país.De acordo com fontes ouvidas, com o déficit de R$ 160 milhões, o fechamento da franquia da CNN no Brasil chegou a ser debatida”.

A noticia dá conta, entretanto, que a medida mais radical acabou substituída pela reestruturação, que incluiu mais de uma centena de demissões em vários setores, o fechamento da sucursal no Rio de Janeiro e a contratação de profissionais em cargos estratégicos, como o CEO João Camargo, ainda em outubro de 2022, para ‘estancar’ os prejuízos e encontrar caminhos para obter lucro.

"A CNN operava com 42% de custo administrativo. Não faz sentido o núcleo do negócio ter somente 58% do investimento. Em uma construtora a relação é de 6% em administrativo e 94% no núcleo. Espero chegar a pelo menos 85% do nosso custo investido no core, que é o jornalismo", disse Camargo em uma entrevista ao colunista Guilherme Ravache.

O Na Telinha divulgou ainda o comunicado interno de 1º de dezembro de 2022, da CNN para os funcionários:

"Prezados Colaboradores, a CNN Brasil informa que realiza, nesta quinta-feira (01/12), a reestruturação de suas operações, com dois objetivos principais: fortalecer o DNA do canal, focado em hard news, e readequar custos, ajustando a empresa ao cenário econômico do país, criando as condições para atingir o equilíbrio financeiro (breakeven) em 2023 e crescer”, diz o trecho inicial.

Em resumo, dessa vez bateu na trave, mas já é possível a mudança na linha editorial da emissora, antes quase que 100% no caminho das redes ‘lacradoras de esquerda’ e perdendo audiência.

Parece haver, agora, maior equilíbrio, com foco nos fatos e comentaristas com a visão dos dois lados da notícia. Há algumas exceções, claro, mas imagine como seria triste o dia a dia do telespectador sem os tropeços e gafes da âncora esquerdista Daniela Lima.

Vida longa à CNN!

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643