martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 8 de agosto de 2022

Imprensa usa suposto sequestro para atacar Bolsonaro e polícia encontra menina de 13 anos escutando funk (veja o vídeo)

 Segunda, 08 de Agosto de 2022

O caso de ‘sequestro’ de uma menina de 13 anos, no Rio de Janeiro, que chegou a ser explorado pela mídia esquerdopata para atacar o presidente Jair Bolsonaro, acabou sofrendo uma reviravolta e poderá ser enquadrado como fraude praticada por uma menor de idade, aliciada pelo namorado adulto.

Um vídeo que viraliza nas redes mostra a ação da polícia civil do Rio invadindo o possível cárcere de Emanuelle Oliveira da Silva, na última quinta-feira (4), cerca de 18 horas após a denúncia de seu desaparecimento.

Na cena o policial chega, com a arma em punho, em um quarto no andar superior de um pequeno edifício residencial, Emanuelle está lá, mas não há qualquer indício de que a menina esteja presa.

A porta estava aberta e ela, sentada em uma cama de casal, tranquila e assistindo TV, desacompanhada.

Após confirmar a identidade da suposta vítima, o agente mostra toda a sua indignação:

Você está aqui com quem?… e a sua família, você mora onde? Na Carobinha? (ela confirma)… é você que está sequestrada, né? Meu nome é inspetor de polícia Batista e a gente vai pegar o seu companheiro e vamos levar vocês para a delegacia… Ele está trabalhando na padaria, diz o policial, já com as informações que havia levantado.

A menina ainda leva uma ‘sonora’ bronca pela ‘suposta mentira’:

Olha qui, isso aqui é coisa séria… o seu pai foi na delegacia e tá todo mundo te procurando, porque você disse que tá sequestrada. Disse que estava sendo sequestrada e estava sendo vítima de estupro.

O desaparecimento de Emanuelle só foi notado após sua irmã ter recebido uma mensagem dela no celular, na noite da última quarta-feira (3).

'Me ajuda, não estou na Carobinha, tem uma praça e uma lona, tá doendo muito', dizia o texto.

Imediatamente o pai da menina tentou retornar a ligação, mas o aparelho estava desligado. Ao procurar ajuda na delegacia, ele teria dito que a jovem foi abordada próxima de casa e colocada em um carro preto, não identificado, na rua da Carobinha, em Campo Grande, na Zona Oeste, perto da casa onde eles vivem.

Apesar da velocidade com que os fatos ocorreram, houve tempo para a mídia explorar a notícia e arrumar um 'jeitinho' de citar o presidente Jair Bolsonaro, pois Emanuelle é filha de Marcelle Bolive, moradora da favela da Carobinha e que utiliza as redes, com cerca de dez mil seguidores, para fazer postagens ‘lacradoras’ com mensagens e vídeos contra o presidente Jair Bolsonaro e o governo federal.

A última foi no dia 22 de julho, no Twitter, quando Marcelle comentou e replicou uma postagem que acusava Bolsonaro pela alta do preço dos alimentos.

Mídias esquerdopatas como a Fórum e o site da CUT (Central Única dos Trabalhadores) citaram o caso de suposto sequestro, citando Marcelle e, claro, incluindo o nome de Bolsonaro nas chamadas.

Quem também deu publicidade ao caso foi a deputada federal do PSOL do Rio de Janeiro, Talíria Petrone, em uma postagem com o rosto da menina em que solicitou ajuda para que ela fosse encontrada:

Porém, após a solução e mesmo diante de um falso sequestro, a parlamentar não voltou a se pronunciar.

Mesmo diante das evidências de que ‘houve uma mentira de criança para passar algumas horas com o namorado escondida dos pais’ os sites G1 e Estado de Minas publicaram a notícia de que Emanuelle havia sido encontrada, mas mantiveram a narrativa de que o caso ainda está com as investigações da Polícia Civil em andamento.

Parece que alguns pais mais ‘liberais’ e ‘lacradores’ não estão conseguindo controlar os próprios filhos…

Veja o vídeo do momento em que o policial civil encontra a menina, e o diálogo entre eles:

Assista também um outro vídeo, em que Marcelle faz ataques a Bolsonaro e o acusa de 'acabar com o Brasil'

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643