martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quinta-feira, 11 de agosto de 2022

Afundado no lodo da própria história, Renan perde de vez a noção e chama Dallagnol de ‘ficha suja’ (veja o vídeo)

Quinta, 11 de Agosto de 2022

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) afirmou que ex-procurador da Lava Jato, Deltan Dallagnol é ‘ficha suja’ pelo fato de ter sido condenado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) a devolver dinheiro de passagens aéreas e estadias referentes a viagens realizadas durante as investigações da operação. A condenação do tribunal inclui também o ex-procurador Rodrigo Janot.

“A farra das diárias da Lava Jato, comandada por Deltan Dallagnol e Rodrigo Janot, será julgada”, escreveu o congressista. “Prejuízo de R$ 2,6 milhões. Deltan foi condenado por mim no CNMP e foi sentenciado a me indenizar e também ao ex-presidente Lula. É ficha suja, inelegível.” Dallagnol é pré-candidato a deputado federal pelo Podemos, publicou Calheiros no Twitter, nesta terça-feira (9).

Dallagnol rebateu, em seguida, também na plataforma social:

"Fui condenado pq combati a corrupção enquanto certos corruptos saem impunes. Fui condenado por 4 ministros delatados na Lava Jato e indicados por pessoas como você, multi-investigados ou acusados, que se protegem por meio do foro privilegiado e do aparelhamento dos Tribunais."

A resposta de Deltan reabre não uma, mas pelo menos 17 feridas representadas pelo número de inquéritos ainda em aberto no Supremo Tribunal Federal contra Renan Calheiros. Pelo menos dois deles, já relacionados de forma direta ou indireta às investigações da Lava Jato.

E há ainda outros possíveis crimes praticados pelo senador, na aloprada condução da relatoria da CPI da Covid, realizada pelo Senado Federal em 2021. As investigações ainda estão em curso algumas das acusações poderão se tornar novos processos contra ele.

Os detalhes desses ‘possíveis crimes’ foram noticiados também pelo JCO, em junho do ano passado, mas continuam atualíssimos.

Quanto a Deltan Dallagnol, a decisão do TCU o tornaria inelegível, portanto, impossibilitando de prosseguir com a candidatura. O ex-procurador, entretanto, segue otimista e afirmou que não se retirará do pleito, em entrevista à Jovem Pan.

Assista:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055