martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quinta-feira, 11 de agosto de 2022

ACM Neto "foge" de debate e abre caminho para João Roma que desmoraliza o "poste" de Rui Costa (veja o vídeo)

Quinta, 11 de Agosto de 2022

A ausência do líder nas pesquisas, ACM Neto (UNIÃO) pegou mal e abriu espaço para o candidato João Roma (PL).

O primeiro a falar foi o engenheiro, Jeronimo Rodrigues, candidato do PT: 

“Lamento não termos a presença do ex-prefeito ACM Neto, candidato à governador. Parece que lhe faltou coragem de debater conosco os projetos, inclusive ele já tem esse costume.”

Depois foi a vez de Kleber Rosa, candidato do Psol:

“O pior desse exemplo é grande falta de respeito com o povo da Bahia.”

Porém, logo na sequência, o professor de sociologia se empolgou e disse que vai ajudar a eleger Lula no 1º turno. Não ficou claro se era uma promessa ou uma ameaça.

Finalmente, chegou a vez do candidato do PL, João Roma:

"A Bahia tem sofrido e ficado para trás em relação aos outros estados porque a Bahia é refém de práticas políticas do século passado. [...] Lamentável de fato, que o ex-prefeito de Salvador esteja ausente no debate. 
Realmente, isso é muita covardia política, mas o pior é que ele é covarde também com as pessoas, basta ver o que ele faz com seus adversários e também com seus correligionários."

O jornalista Humberto Sampaio questionou o candidato do PT, que governou a Bahia pelos últimos 16 anos, o motivo porque enquanto o número de homicídios no Brasil baixou, na Bahia pulou de 23 homicídios por 100 mil habitantes; para 41,13 homicídios por 100 mil.

O candidato petista, na cara dura, culpou Bolsonaro. Ignorando a baixa dos índices em território nacional – o aumento foi localizado, na Bahia onde o PT governa há vários mandatos. Mas claro, eles não têm culpa de nada, nunca.

João Roma respondeu assim: 

"A violência já passou do limite do tolerável (na Bahia) e o soldado de polícia passa 14 anos como soldado não tem direito a uma promoção sequer. Uma senhora que sai de casa vai com o coração na mão, não sabe se na esquina pode perder a vida por causa da porcaria do celular."

Roma ainda deu um ‘enquadro’ no candidato do PT lembrando que o maior acesso as armas diminuiu a violência no Brasil (os índices de homicídio caíram nacionalmente 30%, fato inédito) e que o aumento foi só na Bahia que o PT governa há 16 anos; que já havia passado da hora de assumir as responsabilidades e parar de transferi-las.

Resumindo, João Roma deu aula e resumiu bem a situação do seu estado nessa frase:

"Dói no coração ver o Brasil avançando e a Bahia remando para trás."

Mais claro que isso, caro leitor, impossível.

Confira:

Foto de Eduardo Negrão

Eduardo Negrão

Consultor político e autor de "Terrorismo Global" e "México pecado ao sul do Rio Grande" ambos pela Scortecci Editora.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643