martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 2 de maio de 2022

Questionadas, urnas eletrônicas passarão por últimos testes em maio

Segunda, 02 de Maio de 2022

Foto: Reprodução

Mesmo diante dos constantes questionamentos do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), que acabaram por se tornar ponto importante do debate público, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) segue o cronograma das eleições sem qualquer alteração no planejamento.

Na última semana, o chefe do Executivo voltou a colocar em dúvida os resultados eleitorais e a dizer que é necessário implementar as sugestões apresentadas pelas Forças Armadas ao TSE, para ampliar a confiabilidade do processo eletrônico de votação.

O presidente da Justiça Eleitoral, ministro Edson Fachin, no entanto, declarou que as mudanças consideradas indispensáveis já foram realizadas e que as urnas são seguras. “O voto é secreto, e o processo eletrônico de votação, conquanto sempre suscetível de aprimoramentos, é reconhecidamente seguro, transparente e auditável”, frisou.

A resposta do tribunal para os questionamentos das Forças Armadas sobre o processo eleitoral rendeu 700 páginas e foi divulgada em fevereiro.

Metrópoles

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. As urnas são boas, primeira de luxo.
    O problema é no computadorzão em Brasília.
    Foi lá que Aécio Neves perdeu pros votos do Acre.
    Todo cuidado é pouco.
    O resultado tem que vir do povo, doa a quem doer.
    Mito tá reeleito, tinha pesquisas ontem nas ruas do data povo.

    1. Santa bobagem Batman! Terminada a eleição emite-se o boletim da urna com o somatório de votos de cada candidato e afixa-se na porta da seção eleitoral. Não tem nada de computadorzão de Brasília fraudar. Ele apenas soma os votos que já foram divulgados nas portas das seções eleitorais

  2. A urnas é apenas 01 item a ser revisto em todo processo.
    Qual a razão da contagem dos votos para presidente ser centralizada em 01 computador no TSE em Brasília?
    Tiraram a autonomia dos TRE na contagem dos votos para Presidente por qual razão?
    Qualquer aluno de tecnologia sabe que quem tem a chave criptografada tem acesso a tudo dentro do computador e das informações. Quem tem essa chave no caso do computador do TSE?
    Como poderá ser feita uma auditoria de conferência simples e por relatórios entre os votos do computador central do TSE com os das urnas eletrônicas?

  3. Eu confio nas urnas por não ter conexão com a Internet, porém depois que os dados vão para o site do Tsé aí sim está sujeito a tudo

    1. Vc ganha por fake news publicada no Blog ou acredita no MINTO das rachadinhas por idolatria cega mesmo?

    2. João, do ponto de vista técnico tem um problema muito mais grave, o TSE é o único com acesso ao Hardware, Kernel do SO e Software e são mais 500.000 urnas. O software que é “injetado” pode fazer o que o TSE (ou um indivíduo com acesso mínimo mal intencionado) bem entender. Inclusive, assumir um comportamento durante as eleições, se autodestruir e reconstituir logs adulterados. Com esse nível de controle não supervisionado é impossível uma auditoria. Como, inclusive, concluiu a auditoria paga pelo PSDB em 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055