martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

domingo, 21 de março de 2021

Ampliação das restrições das atividades econômicas no RN ameaça provocar desequilíbrio fiscal no Estado, admite secretário

Domingo, 21 de Março de 2021

Foto: reprodução

O secretário estadual de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, admitiu que a situação de desequilíbrio das contas do governo tende a se agravar com a ampliação das restrições das atividades econômicas no Rio Grande do Norte, adotadas para tentar diminuir a crise sanitária provocada pela pandemia do coronavírus. A quarentena, com fechamento de comércio e serviço por 14 dias e autorização para funcionamento apenas do reconhecido como essencial, foi adotada por decreto do Estado, com anuência do município de Natal.

Carlos Eduardo Xavier disse que, ao contrário do ano passado, quando houve um programa federal para compensar a queda de arrecadações estadual e municipais provocada pela pandemia, não há perspectivas de ajuda da União para 2021.

Segundo o secretário, se houver necessidade de prorrogar as restrições das atividades comerciais e dos prestadores de serviços, a queda de arrecadação própria pode ficar entre 25 e 30%. Ele disse que o mês de março não é tão preocupante para as receitas tributárias, porque a quarentena começou neste sábado, dia 20, quando o mês já tinha registrado certa arrecadação. Mas haverá consequências econômicas mais danosas, caso o Rio Grande do Norte tenha necessidade de prorrogar as medidas restritivas.

Ele evitou falar, detalhadamente sobre risco de atraso de pagamento de pessoal, se for confirmada a queda nas receitas tributárias. Disse que o pagamento em dia é a principal bandeira do governo e, por isso, haverá um esforço para não comprometer a folha dos servidores. “[O governo] tem traçado uma estratégia para contenção de custeio e o investimento é zero. Ano passado não aconteceu isso [atrasos]”, comentou. Veja a matéria completa na Tribuna do Norte.

Fonte: Jornal da Cidade Online

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cris

    Cadê o TCE?
    Cadê a defensoria Pública?

  2. Cris

    Essa semana perdemos 3 pessoas conhecidas na faixa de idade compreendida entre 60 a 75 que poderiam estar vacinadas.
    Isso é irresponsabilidade do governo estadual. Inúmeras pessoas em casa com mais de 65 anos em casa, segregados, amedrontados e a vacina sobrando.

  3. Cris

    Já está dando na vista de todos que tem vacina e Fátima não sabe governar.
    Urgente.
    A vacina vai se estragar.
    SOS MP organize isso

  4. Cris

    MP fiscaliza o calendário e a fila de vacinação, pelo amor de Deus.
    Será que não tem como saber nos cartórios, nas previdências quantas pessoas foram vacinadas e faltam vacinar na faixa etária de 75 anos?
    A fila precisa andar.
    A vacina está sobrando para essa faixa etária e não chamam os abaixos de 75 anos.
    Fora incompetente Fátima e Cipriano.

  5. Luladrão Encantador de Asnos

    Kkkkkkkk
    Eu acho é lindo.
    Fique em casa.
    Vejam aí PTralhas burros quem salvou o RN ano passado foi BOLSONARO. Não sou eu quem fala o próprio Secretário de GD. Entendeu? Jegue! Ou quer que desenhe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055