martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

Preso mais um suspeito de envolvimento na chacina com 7 mortos em Ibaretama-CE

Sexta, 08 de Janeiro de 2020


Agentes da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE), da Polícia Civil do Ceará, capturaram nesta quarta-feira (6), em Fortaleza, mais um suspeito de envolvimento na chacina ocorrida no Município de Ibaretama, no Sertão Central (a 130Km de Fortaleza). Um homem de 25 anos foi detido por força de um mandado judicial de prisão preventiva decretada à pedido das autoridades policiais que investigam o assassinato de sete pessoas, entre elas, uma criança de 7 anos e dois adolescentes, além de uma jovem de 19 anos.

João Paulo de Oliveira Campelo foi detido pelos inspetores no bairro Passaré. Em sua companhia estavam outros dois homens que, agora, serão também investigados para se saber se eles participaram da matança em Ibaretama. A Polícia não divulgou a identidade dos dois, que foram levados para a sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Com a captura de João Paulo de Oliveira Campelo, que seria integrante de uma facção, subiu para quatro o número de pessoas presas por conta da chacina de Ibaretama. No mês passado, a Polícia prendeu a vereadora eleita daquele Município, Edivanda de Azevedo. Antes, haviam sido presos os dois filhos dela, Francisco Victor Azevedo Lima e Kelvin Azevedo Lima.

A Polícia também identificou o quinto envolvido no caso e apontado como mandante da chacina. Trata-se do traficante de drogas e homicida Wanderson Delfino de Queiroz, o “Interior”, que seria o chefe da facção Comando Vermelho (CV), em Ibaretama. Ele está foragido.

Mortos

Na chacina, ocorrida na localidade de Pedra e Cal, na zona rural de Ibaretama, foram assassinadas as seguintes pessoas: William da Silva Rodrigues, 6 anos; Eduardo de Lima Sousa, 19; Luana Melo da Costa, 19; Oswaldo da Silva Lima, 24; os irmãos Wellington e e Edinardo de Lima Silva, de 17 e 18 anos, respectivamente; além de Francisco Gabriel Pereira da Silva, 15 anos. Todos foram executados com tiros nas costas e na cabeça, conforme atestou a Perícia.

A razão da matança teria sido um “acerto de contas” de facções. Os assassinos seriam ligados ao Comando Vermelho (CV) e as vítimas à Guardiões do Estado (GDE).

(Fernando Ribeiro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055