martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sexta-feira, 21 de agosto de 2020

Caso Adélio Bispo: Testemunha ou ato falho? (veja o vídeo)

 Sexta, 21 de Agosto de 2020



Mas temos sim que observar cada palavra dita nas notícias que circulam, principalmente quando se trata de entrevistas daqueles que se dizem testemunhas dos fatos. Uma análise que vai direcionar nossos pensamentos sobre o caso.

O jornalista Ricardo Roveran em sua página do Youtube vem se destacando com ótimas matérias e entrevistas com testemunhas do caso, com intuito de levar ao conhecimento da população linhas de pensamentos para irem fechando as lacunas e assim poder ser cobrado mais empenho do Judiciário. Parabéns Ricardo!

Hoje 19/08/2020 ele postou um vídeo com uma entrevista de uma testemunha do caso que deixou alguns “Atos Falhos”. Em nenhum momento estou dizendo que ele teve culpa de alguma coisa ocorrida no dia, mas fiquei com algumas dúvidas nas palavras da testemunha.

A testemunha na entrevista descreve/relata ter feito parte de uma “célula de segurança” voluntária para o candidato Bolsonaro; disse que tiveram reuniões com pessoas da Polícia Federal onde passaram o procedimento do apoio que a “célula” composta de mais ou menos 30 pessoas, a princípio ex-militares, iriam dar.

Demostrou ter conhecimento de quem eram os policias federais que compunham a segurança do candidato no dia e o responsável pela mesma. Chegou a relatar que teriam uns 8 policiais federais vindo com o candidato e uns 12 de Minas Gerais.

Relatou também ao jornalista, na entrevista em vídeo, que antes da chegada do Bolsonaro falaram para ele que em uma banca de revista localizada em uma praça próxima do evento tinha um grupo de pessoas dizendo que iria dar uma facada no Bolsonaro; prontamente ele com outro voluntário da “célula” foram averiguar e viram algumas pessoas na banca. Voltaram e relataram o ocorrido para um Oficial da PMMG. E porque não falaram para os policiais federais que estavam responsáveis pela segurança do candidato? Inclusive teve essa oportunidade na hora que estavam no “cortejo”.

Disse também que ficaram preocupados com bolas de papeis, saquinhos de excrementos, ovos podres, etc... que poderiam vir do alto dos prédios e que não imaginavam um ataque de baixo. O quê? Não entendi? A facada, da qual ficou sabendo que iria acontecer, viria de onde?

Disse ter sido filiado ao PSOL, chegando ao posto de presidente do partido na região, mas não era por afinidade ideológica. Novamente não entendi, o entrevistado (testemunha) foi presidente sem conhecer ou aceitar uma posição de um partido como PSOL?

PSOL, o partido que Adélio Bispo foi filiado. Talvez Freud explique!

Sabemos que em cada momento aparecem novidades no caso, creio que a polícia tem muito trabalho pela frente ao tentar responder e esclarecer os fatos à sociedade. De maneira nenhuma estou colocando a culpa em ninguém, sou apenas mais um querendo entender a história.

E até acredito que o verdadeiro mandante não deveria estar lá, mas o “Universo Conspirou” para que fosse executado o crime.

Confira:

Claiton Appel

Jornalista. Diretor da Ordem dos Jornalistas do Brasil.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055