martins em pauta

segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Em todo o país ecoam manifestações espontâneas contra o meliante solto pelo STF (veja o vídeo)

Segunda, 11 de Novembro de 2019


O que se percebe é que o ex-presidente Lula, solto em função da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que mudou o entendimento com relação a prisão em 2ª instância, jamais será novamente “livre”.

Lula está solto, mas não está livre.

Não consegue mais andar nas ruas.

É um prisioneiro da seita de militantes que o protege.

Se ousar sair nas ruas, sentirá o quanto é detestado pela população comum, pelas pessoas de bem.

Dois fatos para ilustrar:

Na sexta-feira (8), o cantor Tony Gordon, vencedor da última edição do The Voice Brasil, resolveu se manifestar favoravelmente a soltura de Lula, durante o seu show em Ilha Bela.

O resultado foi que o show acabou. A multidão simplesmente expulsou o cantor do palco, sob vaias ensurdecedoras. Nada orquestrado. Reação natural.

No sábado (9), em pleno estádio de futebol no Pernambuco, estado governado pela esquerda, reduto eleitoral do campineiro “Drácula”, também conhecido como “Vampirão” e “Sanguessuga”, a torcida espontaneamente e repentinamente começou a gritar em coro: “Lula vai tomar no...”.
Veja o vídeo:
E acontecimentos como esses estão se tornando rotina em todo o país.
Lula não se atreve a ir verdadeiramente para as ruas e ter contato com o cidadão comum, não pode nem pensar em embarcar num voo comercial ou passear em um shopping. Finge que é querido e que tem popularidade, escudado pelos membros de sua seita.
Lula Livre, jamais.
da RedaçãoFonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055