martins em pauta

quarta-feira, 7 de março de 2018

Embaixador afastado por assédio mantém benefício de US$ 9 mil por mês para jantares

Quarta, 07 de Março de 2018 

Foto: Pedro Franca

Afastado do cargo há quase 120 dias, o embaixador João Carlos da Souza-Gomes continua recebendo o salário integral e mais US$ 9.553 por mês para custear jantares, recepções e outros gastos ligados à função. A manutenção do benefício mesmo em casos de afastamento é prevista por lei. Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, ele ocupava o posto de chefe da representação do Brasil com FAO, que é a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, em Roma. De acordo com a publicação, ele foi afastado após a abertura de um processo administrativo, que investiga acusações de assédio moral e sexual contra ele. O inquérito deve ser concluído na próxima quinta-feira (8), mas funcionários já ameaçaram entrar em greve, caso ele reassuma o cargo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055