martins em pauta

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Cristiane Brasil diz ser alvo de 'campanha difamatória' e pede agilidade ao STF

Terça, 06 de Fevereiro de 2018

Foto: Wilson Dias / Agência Brasil

A deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) acredita ser alvo de uma "campanha difamatória" por estar impedida de assumir o Ministério do Trabalho. Em nota divulgada nesta segunda-feira (5), ela afirmou que está sendo julgada de forma política e pediu celeridade ao Supremo Tribunal Federal (STF) na análise do recurso que ela protocolou na Corte para liberar a sua posse na pasta. “Venho sofrendo uma campanha difamatória que busca impedir minha posse no Ministério do Trabalho. Peço, respeitosamente, à ministra Cármen Lúcia que julgue o mais rápido possível essa questão, baseada na existência de duas ações trabalhistas que tive no passado", aponta Cristiane no texto. "Estou sendo julgada política e não juridicamente", concluiu. Cristiane foi escolhida pelo presidente Michel Temer para chefiar a pasta no início do mês passado, mas enfrenta uma série de decisões judiciais que impedem que ela assuma o cargo. Inicialmente, a Justiça Federal em Niterói, no Rio de Janeiro, suspendeu a posse. O juiz Leonardo da Costa Couceiro, da 4ª Vara Federal Criminal, argumentou que não atende ao requisito da moralidade administrativa por já ter sido condenada por dívidas trabalhistas. Após ter recursos negados, a Advocacia Geral da União (AGU) optou por acionar o Superior Tribunal de Justiça (STJ). A Corte liberou a posse de Cristiane, mas Cármen Lúcia suspendeu o ato novamente. A deputada já entrou com uma contestação junto ao STF para reverter a decisão. "Seguirei não poupando esforços para provar que não cometi nenhuma ilicitude”, reforçou na nota divulgada nesta segunda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget