martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

domingo, 4 de dezembro de 2022

Condenado à morte sobrevive a 18 tentativas de injeção letal

Domingo, 04 de Dezembro de 2022

Homem será submetido a método de execução inédito no Alabama.


Condenado à pena de morte por assassinato, o norte-americano Alan Eugene Miller surpreendeu seus executores ao sobreviver a ao menos 18 tentativas de injeção letal. De acordo com o Daily Star, o homem será submetido a um método de execução inédito no estado do Alabama que envolve a utilização de gás nitrogênio.

Alan foi condenado ao corredor da morte após matar a tiros três pessoas em seu local de trabalho, na cidade de Birmingham.

As tentativas fracassadas de execução ocorreram no dia 22 de setembro deste ano. Na ocasião, a equipe médica não conseguiu encontrar uma veia para injetar o líquido letal no detento. Segundo os advogados de Alan, ele se contorcia de dor e angústia durante o processo.

– O senhor Miller podia sentir suas veias sendo empurradas dentro de seu corpo por agulhas. Nauseado, desorientado, confuso e com medo de saber se ele estava prestes a ser morto… sangue estava vazando de alguns de seus ferimentos – descreveu a defesa.

Após os advogados entrarem com uma ação federal na Justiça, o estado do Alabama decidiu que Alan não será submetido a uma nova tentativa de injeção letal. Em vez disso, o preso será executado via hipóxia de nitrogênio, um método considerado mais humanizado, mas que ainda não foi utilizado no estado.

Nesse caso, o preso é forçado a respirar gás nitrogênio puro por meio de uma máscara, o que reduz fatalmente os níveis de oxigênio no sangue.

Via Pleno News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643