martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

domingo, 28 de agosto de 2022

Pressionado, Moraes revê decisão que proibia o uso do verde e amarelo em campanha dos 200 anos da independência (veja o vídeo)

 Sábado, 22 de Agosto de 2022

Não é piada, leitores… O ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), chegou a proibir a realização de uma campanha publicitária sobre os 200 anos da Independência do Brasil que, claro, tinha como pano de fundo as cores verde e amarelo e o slogan "o futuro escrito em verde e amarelo".

Segundo o magistrado, em decisão proferida no início da tarde desta sexta-feira (26), as peças produzidas para veiculação em diversos meios se tratavam-se de propaganda eleitoral antecipada pois faziam alusão a corrente política e ideológica defendida pelo presidente Jair Bolsonaro - o que é vedado pela Lei Eleitoral.

"Inegável a importância histórica da data, em especial para comemorações dada a dimensão do país e seus incontáveis feitos durante esse período de independência, entretanto, imprescindível que a campanha seja justificada pela gravidade e urgência, sob pena de violação ao princípio da impessoalidade, tendo em vista a indevida personificação, no período eleitoral, de ações relacionadas à administração pública", 

O ministro, entretanto, acabou recuando de sua decisão, algumas horas depois, após forte pressão popular, em protestos que surgiram nas redes e na repercussão extremamente negativa de reportagens veiculadas pela mídia alternativa.

O Ministério das Comunicações tambem protestou:

"As escolhas das cores das mensagens publicitárias estão baseados no art. 28 do Decreto 5.700/1971, cujas cores nacionais são o verde e o amarelo".

Na revisão de sua decisão, Alexandre de Moraes permitiu a utilização das cores e também do slogan, liberando ainda a identificação dos ministérios do Turismo, de Relações Exteriores e da Defesa, mas proibindo qualquer referência ao governo federal.

Quem sabe, se ‘pintarem a campanha de vermelho’ e incluirem uma estrela branca, na próxima vez a aprovação não saia mais rapidamente e sem qualquer polêmica.

Mais um enorme motivo para o povo brasileiro 'pintar as ruas de verde e amarelo' em 7 de setembro.

O presidente Bolsonaro criticou com veemência o ocorrido:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055