martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quarta-feira, 3 de agosto de 2022

Em promessa ousada, Bolsonaro sacode a política e novidade vai impactar o povo

Quarta, 03 de Agosto de 2022


Nessa terça 02/08, o presidente disse que vai atualizar a tabela do Imposto de Renda da pessoa física em 2023, caso seja reeleito. Segundo ele, essa iniciativa já estaria acertada com o ministro Paulo Guedes, apesar do percentual não ter sido definido.

“Não sei o percentual ainda, mas vamos começar a recuperar isso aí. Porque o imposto de renda tá virando, na verdade, um redutor de renda, e não uma tabela. Então, tem razão, está acertado com o Paulo Guedes, já entra aqui na lei das diretrizes orçamentárias essa questão da correção da tabela", ratificou Bolsonaro.

O Imposto de Renda brasileiro é um dos maiores fatores de injustiça social porque ele cobra proporcionalmente mais da classe média e da classe média baixa, do que dos mais ricos. Atualmente apenas oito milhões de brasileiros são isentos do pagamento.

São aqueles que ganham até R$ 1.903,98. Não muito acima do salário mínimo, que atualmente está em R$ 1.212,00.

Segundo a Unafisco, quase o dobro de pessoas deveriam estar isentas de Imposto de Renda, cerca de 15 milhões.

Se a correção da tabela do Imposto de Renda fosse corrigida pela inflação, a faixa de isenção atingiria todos que ganhassem até R$ 4.465,35 - mais do que o dobro do valor atual de corte para isenção.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055