martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 9 de julho de 2022

MAIS POLÊMICA: Luva de Pedreiro diz que foi intimado pela Justiça em aeroporto ao chegar no Brasil; ‘Deixa o menino viver’, diz Falcão, empresário do jovem

Sábado, 09 de Julho de 2022


Foto: reprodução

O influenciador digital Iran Ferreira, o Luva de Pedreiro, disse na manhã de hoje (9), ao chegar ao Rio de Janeiro após uma viagem para o Marrocos, que recebeu uma intimação judicial no aeroporto.

Nos stories de sua conta no Instagram, Luva se mostrou constrangido por receber o documento de um oficial de Justiça enquanto outras pessoas observavam a cena.

“Galera, cheguei agora de Marrocos. Cansado, dez horas de voo. Doido pra ver minha família, meus amigos. Quando chego no aeroporto, cheio de gente, chega intimação. Eu, intimado por um negócio empresarial aí. Nunca esperei isso, não. Eu estando certo. Não quero o mal de ninguém. Veio intimação, mano”, lamentou Iran.

Ele prosseguiu, e disse que não esperava passar por essa situação. “Eu fiz o quê, pelo amor de Deus, para esse negócio de intimação? Tô triste pra c*. No meio de gente, o pessoal olhando”, questionou.

A reportagem tentou contato com Allan Jesus, ex-empresário de Iran, e aguarda posicionamento.

‘Deixa o menino viver’, diz Falcão

Pouco após o desabafo, o ex-jogador de futsal e novo agente de Iran, Falcão, também se manifestou no Instagram, e também se mostrou consternado com os relatos do influencer.

“O menino foi pro Marrocos pra cumprir uma agenda, pra cumprir o que foi feito pelos antigos empresários. Ele se preocupa o tempo todo para cumprir o que foi feito. A gente, também. Mas usar essas informações do voo, da chegada no Rio, pra uma intimação na chegada ao Rio, na frente de todo mundo, constrangendo o menino, é totalmente inexplicável”, disse Falcão.

O ex-atleta comentou também que, embora lamente o ocorrido, entende a postura de Allan Jesus: “A gente entende, até pelos relatos do menino, sobre o que ele passava psicologicamente. Foi proibido de falar no Fantástico e na Record, mas logo, logo ele vai falar. As declarações são assustadoras, mas hoje a gente entende”, comentou.

Por fim, Falcão pediu ao empresário que evite demais constrangimentos a Iran:

“Tem o contato dos advogados, tem o que é direito, vai atrás na Justiça disso, não precisa colocar o menino e constranger o menino na frente de todo mundo. Deixa o menino viver.”

UOL


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055