martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

terça-feira, 30 de junho de 2020

Dinheiro jogado fora? Hospital de campanha do Pacaembu é desativado em menos de 3 meses de funcionamento

Terça, 30 de Junho de 2020

Hospital de Campanha no Pacaembu

Aproximadamente 23 milhões foram gastos para sua inauguração e nesta segunda feira (29) a Prefeitura de São Paulo fechou o Hospital de Campanha do Pacaembu, criado para atender vítimas do novo coronavírus. Os cinco pacientes que ainda estão internados no local serão transferidos para o Hospital de Campanha do Anhembi.

O contrato firmado com o Albert Einstein para a administração do hospital instalado dentro do estádio foi firmado em abril com duração de 120 dias, o que permitiria o funcionamento do hospital até o final de julho. No entanto, segundo Bruno Covas, a evolução positiva da epidemia na cidade permitiu que o hospital fosse fechado mais cedo.
“Com os números que nós temos na cidade de São Paulo, nós temos além dos 1340 leitos de UTI, 1984 leitos de enfermaria que foram criados para poder atender a população na cidade de São Paulo, nós estamos hoje com uma taxa de ocupação desses 1.984 leitos de 48%, desde o dia 1º de junho essa taxa vem diminuindo na cidade de São Paulo e nos últimos dez dias nós estamos com uma taxa abaixo dos 50%, por isso, que então, a Prefeitura entende que chegou o momento de começar a fechar esses leitos na cidade e vamos fechar na segunda-feira o hospital municipal de campanha do Pacaembu”, disse Covas na sexta.
E a pergunta que fica é:
Será que era necessário a criação deste hospital de campanha?
Como no interior de São Paulo está crescendo os casos de infectados com o novo Coronavírus, não seria ideal utilizar o hospital de campanha do Pacaembu?
Tirem suas próprias conclusões…

Ednei Silva

Professor, jornalista e escritor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055