martins em pauta

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Construtora paga propina de 3% na obra da Praia do Meio, diz delator

Segunda, 06 de Novembro de 2017


(Foto: Alex Régis)

No acordo de delação premiada com celebrou com o Ministério Público Federal e Ministério Público do Rio Grande do Norte, o delator da Operação Manus, Fred Queiroz, narra a existência de suposto desvio de recursos no âmbito da Prefeitura do Natal.

De acordo com ele, o esquema se daria na obra do enrocamento da Praia do Meio, pela qual a construtora Ramalho Moreira repassaria 3% do valor da obra para Henrique Eduardo Alves. O operador do esquema seria Herman Ledebour, procurador de Alves na Intertv Cabugi e que foi alvo recentemente da Operação Lavat.

Os relatos foram utilizados ainda pelos investigadores para abrir apuração sobre tráfico de influência, já que o dinheiro obtido para as intervenções foi liberado através do Ministério do Turismo, quando Henrique Alves ocupou a pasta.

Por outro lado, indagado se tinha conhecimento de mais esquemas como esse, o delator informou que não sabia se intervenções que também contaram com ajuda de recursos do Ministério Turismo, como a do Museu da Rampa, entraram na negociata.

VIA BLOG DO BG / o Natalense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget