martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 5 de dezembro de 2022

Brasil decide no 1º tempo, atropela Coreia do Sul e vai às quartas da Copa

 Segunda, 05 de Dezembro de 2022

Reprodução Uol 

Cerca de três horas antes da publicação deste relato, o ônibus da seleção brasileira chegava ao estádio 974 para o duelo das oitavas de final da Copa do Mundo contra Coreia do Sul que terminaria em 4 a 1 para o time de Tite.

De dentro do veículo, em alto e bom som, os jogadores entoavam de músicas de torcida aos pagodes preferidos do grupo. Depois de um susto na derrota para Camarões, o ônibus ressoava que “quem cultiva a semente do amor, segue em frente e não se apavora”. E foi esperando sua hora de brilhar e encantar o povo brasileiro que a seleção entrou em campo.

“Às vezes, a felicidade demora a chegar”, ouvia-se no ônibus, mas contra a Coreia não foi uma dessas vezes. O Brasil abriu o placar cedo com Vini Jr e logo depois viu Neymar ampliar de pênalti. Aos 12 minutos da primeira etapa, o Brasil já tinha “mandado essa tristeza embora”.

“Guerreiro” que “não foge da luta”, Richarlison marcou o terceiro da seleção, e Paquetá, ainda no primeiro tempo, fez o quarto para mostrar que era mesmo “dia de sol” e que o tempo não iria fechar.

O segundo tempo foi mero coadjuvante do show da primeira etapa. Ainda que a Coreia tenha diminuído o placar, “ninguém vai poder atrasar quem nasceu pra vencer”.

Com a vitória, o Brasil está nas quartas de final e terá pela frente a Croácia nesta sexta-feira (9), às 12h, no estádio Cidade da Educação. Se depois da derrota na fase de grupos a seleção “acreditou que um novo dia iria raiar”, agora o povo brasileiro aguarda “a sua hora chegar”.

Arrasador

Os primeiros minutos do Brasil contra a Coreia do Sul foram de manual. Em 12 minutos, o time de Tite já tinha 2 a 0 no placar e a vaga encaminhada às quartas de final da Copa do Mundo. Diferentemente das partidas diante de Sérvia, Suíça e Camarões, a etapa inicial foi perfeita. O retorno de Neymar após lesão no tornozelo foi fundamental.

Aos 6 minutos, Raphinha brilhou pela primeira vez na Copa. Ele tabelou, driblou, foi à linha de fundo e cruzou para trás. A bola passou por Neymar e Richarlison e chegou limpa para Vini Jr. Gelado, o atacante bateu colocado no canto. 1 a 0.

Logo depois, no minuto 12, Richarlison se antecipou a Jung Woo-Young e foi chutado dentro da área. Neymar pegou a bola e, com a tradicional categoria, rolou no canto direito para fazer 2 a 0. O goleiro Kim Seung-Gyu começou do lado esquerdo da linha, pulou de um lado para o outro, mas acabou de joelhos, longe da bola.

O baile continuou e, com 28 jogados, o Brasil fez um golaço. Richarlison dominou e fez embaixadinhas com a cabeça. Depois do Pombo virar foca, Casemiro acionou Marquinhos, que tocou para Thiago Silva. O capitão, como um verdadeiro meia, pifou para Richarlison. O camisa 9 começou e terminou a jogada com uma finalização certeira de canhota. 3 a 0.

Insaciável, o Brasil fez o quarto aos 35′. Neymar puxou o contra-ataque, lançou Vini Jr e o malvadão cruzou com categoria para Lucas Paquetá invadir a área e bater bonito, de direita. 4 a 0 no intervalo.

Foi a primeira vez que o Brasil fez quatro gols no primeiro tempo desde 1954, na vitória por 5 a 0 sobre o México, na Copa do Mundo da Suíça.

Ritmo cai

Mesmo com a goleada da etapa inicial, o Brasil voltou do intervalo com o mesmo time, inclusive com Neymar, que lutou contra o tempo para se recuperar de lesão no tornozelo direito.

A amarelinha manteve a alta criação de chances, mas naturalmente não manteve o ritmo do primeiro tempo. As principais chances foram de Raphinha, que segue sem marcar gols na Copa.

Sem ser muito exigido pela Coreia, o Brasil administrou o jogo e fez alguns testes, como o zagueiro Bremer como lateral-esquerdo. No minuto 30, Paik Seung-Ho surpreendeu com um golaço de fora da área.

O gol da Coreia não assustou Tite, que tirou Neymar aos 35 minutos e ainda colocou o goleiro Weverton para jogar os primeiros minutos de Copa do Mundo. Com a entrada de Weverton, todos os 26 atletas convocados participaram do Mundial.

No fim das contas, o Brasil venceu a Coreia por 4 a 1 e não manteve a “fome” do primeiro tempo.

Que zica!

Raphinha continuou na perseguição ao seu primeiro gol na Copa, mas não balançou as redes. O atacante parou no goleiro Seunggyu Kim ou na defesa da Coreia.

Antes do recomeço do jogo no segundo tempo, Neymar conversou ao pé do ouvido e passou a confiança a Raphinha, além de deixar uma falta frontal para ele cobrar. O atacante do Barcelona tentou e deu a assistência para o gol de Vini, mas não deixou o seu.

O Brasil não contou com os laterais-esquerdos Alex Sandro e Alex Telles e teve duas “improvisações”: Éder Militão na lateral direita e Danilo na ala canhota. No primeiro tempo, Alisson só fez uma defesa, numa finalização de fora da área. Na etapa final, o goleiro fez dois milagres antes do golaço de Paik Seung-Ho.

O zagueiro Militão, que tem experiência na posição desde a base, e o lateral-direito Danilo, que muitas vezes atua como zagueiro pela esquerda na Juventus, deram conta do recado. O Brasil levou dois gols em quatro jogos da Copa.

Força, Rei

O estádio 974 gritou o nome de Pelé no minuto 10 do primeiro e do segundo tempo. O Rei do Futebol está internado no Hospital Albert Einstein para tratar de infecção respiratória. O ídolo foi diagnosticado com um tumor no cólon em 2021.

Em publicação nas redes sociais hoje, o tricampeão Pelé escreveu que veria o jogo do Brasil.

Em 1958, eu caminhava pelas ruas pensando em cumprir a promessa que fiz ao meu pai. Sei que hoje muitos fizeram promessas parecidas e também vão em busca da sua primeira Copa do Mundo.

Assistirei ao jogo do hospital e estarei torcendo muito por cada um de vocês. Boa sorte! 🇧🇷 pic.twitter.com/3CRI8v6H55

— Pelé (@Pele) December 5, 2022

Essa foi a partida com melhor atuação da torcida brasileira no Qatar. O volume dos gritos foi mais alto que na primeira fase. As homenagens para Pelé fizeram todo o estádio cantar junto.

UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643