martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

terça-feira, 27 de abril de 2021

Com agravamento da pandemia, Índia pode atrasar entrega de vacinas via Covax Facility

Terça, 27 de Abril de 2021


Com agravamento da pandemia, Índia pode atrasar entrega de vacinas via Covax Facility
Foto: Fernando Vivas/GOVBA


O agravamento da pandemia da Covid-19 na Índia vai influenciar e atrasar a entrega de doses de vacinas contra a infecção prevista para o mês de maio para o consórcio Covax Facility. A iniciativa é um instrumento de Acesso Global de Vacinas para distribuição equitativa de doses.

 

Na última semana a Índia bateu recordes de novos casos da Covid-19 e o sistema de saúde do país sofre com a alta demanda. Além disso, o número de mortes aumenta de forma acelerada.

 

Fica no país a fábrica responsável pela produção de doses do imunizantes Oxford/Atrazeneca. Reportagem do Valor Econômico ressalta que a Covax tem a AstraZeneca como principal fornecedora. A farmacêutica é responsável por três quartos das cerca de 40 milhões de doses que distribuiu até este mês. Entre os mais afetados estão países da África.

 

“Países da África não pararam a vacinação ainda, mas devem atrasar [a campanha], já que as remessas da Índia para abril e maio vão não sair”, afirmou alta fonte em Genebra. Entre a primeira e a segunda dose da vacina indicada pelo Soro Institute da Índia, o maior produtor global de vacinas, é possível um intervalo de até 12 semanas. Nesse cenário, dizem observadores, a Organização Mundial da Saúde espera que haja doações dos países com excesso de doses para ajudar a manter o ritmo de imunização na África e em outros países, ressaltou a matéria do Valor.

 

Ainda conforme a reportagem, os Estados Unidos devem enviar à Índia matérias-primas e aumentarão a ajuda financeira para a produção de vacinas contra a Covid-19. O auxílio é destinado à produção local da AstraZeneca.

 

Em relação ao Brasil, a expectativa é de chegada de dois lotes com oito milhões de doses de imunizantes do Covax no mês de maio. As doses são da Astrazeneca, mas de acordo com o Valor, são de outro produtor, a SK Bio, da Coreia do Sul. No entanto, em meio a escassez global, existe a possibilidade de redistribuição pelo mecanismo global.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055