martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sexta-feira, 1 de janeiro de 2021

Em novo embate, Marco Aurélio, Gilmar e Lewandowski saem em defesa de médico demitido por Fux

 Sexta, 01 de Janeiro de 2021

Ele foi responsabilizado pelo ministro Luiz Fux pelo pedido feito à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para que ministros e servidores do tribunal tivessem prioridade na vacinação contra a covid-19, reservando para eles 7 mil doses.

O pedido foi negado pela Fiocruz.

Marco Polo teria agido por conta própria, por isso foi demitido.

Ele, no entanto, afirma que agiu com a anuência de seus superiores.

Imediatamente, Marco Aurélio, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski saíram em defesa do médico.

Gilmar disse que o médico “é um dos mais renomados clínicos do Brasil”. “Conduziu com absoluta maestria a adaptação da rotina do STF no início da pandemia. A responsabilidade pela infeliz requisição de vacinas não pode ser atribuída a um profissional da saúde.”

Marco Aurélio, por sua vez, afirmou que a “exoneração implica o afastamento de um bom profissional”. “Fica no ar a pergunta: a corda estourou no lado mais fraco?”

Lewandowski emendou, dizendo ter “grande admiração” por Freitas. “O considero um excelente médico e competente gestor, que goza da admiração e carinho de todos os integrantes do STF.”

Moral da história: Vale tudo para desgastar Fux.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055