martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quinta-feira, 13 de agosto de 2020

‘Toda tirania deve ser afastada, inclusive a tirania da maioria que elege o Executivo e o Congresso’, avisa Alexandre

Quinta, 13 de Agosto de 2020

A declaração de Alexandre de Moraes muito mais do que enojar e revoltar, é a concretização em uma frase de um sentimento generalizado nos núcleos políticos brasileiros.

E é exatamente por essa mentalidade e essa pressão que gênios como Salim Mattar e Paulo Uebel abandonam o barco.

Antes de apontar o dedo e acusá-los de pipoqueiros e frouxos, pense: eu aguentaria tanta pressão??

Salim Mattar foi claro: “a política não tem interesse em privatizar”.

Junte isso à declaração de Alexandre de Moraes: ʽtoda tirania deve ser afastada, inclusive a tirania da maioria que elege o Executivo e o Congresso Nacional’ em nome da perpetuidade do regime democrático.

A maioria dos eleitores, os 57 milhões, atrapalham a política.

Vejam que a turma dos #somos70% sumiu!!

Eles tentaram impor que eram maioria. Não deu certo.

Agora querem impor que a maioria dos eleitores é tirano.

Criam narrativas para se perpetuarem lá.

Usam dos mais baixos artifícios para enfraquecer quem tem maioria. Mattar é a nova vítima.

Privatizar é tirar apadrinhados. Privatizar é acabar com um centro importante de corrupção. Privatizar é tirar do Estado o peso de uma máquina falida.

Privatizar empresas deficitárias é fechar o ralo.

É fazer sobrar dinheiro para investir em outros lugares.

Mas quem quer isso??

Só a maioria tirana da população... também conhecida como povo.

Ontem um importante combatente abandonou a luta.

Mas ainda temos um exército de 57 milhões!!

Alexandre de Moraes: respeite nosso voto, respeite nossa gente!! Lave a boca antes de falar sobre a maioria dos brasileiros.

A tática do ‘acuse-os do que você é’, não cola mais!!

Tirano é quem não respeita a Constituição e as leis vigentes...

Flavia Ferronato. Advogada. Coordenadora Nacional do Movimento Advogados do Brasil.

da Redação / Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055