martins em pauta

segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

Na véspera de Natal, STF manda soltar empresário mandante do “Crime do Papai Noel”

Segunda, 24 de Dezembro de 2018


Mais uma proeza protagonizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) através da caneta benevolente e irresponsável do ministro Marco Aurélio Mello, foi realizada na véspera dos festejos natalinos.

Não satisfeito com a liminar que beneficiava cerca de 170 mil presos condenados em 2ª instância, entre eles o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva - felizmente derrubada pela ação do presidente do STF – o ministro Marco Aurélio mandou soltar o empresário Renato Grembecki Archilla.

Ele tem uma condenação de 14 anos de prisão por mandar matar a própria filha.

Muito a propósito da data festiva de hoje, o assassino se vestiu de Papai Noel para executar a vítima e o crime chocou o país em 2001.

Archilla foi condenado em 2017 à pena de 10 anos, 10 meses e 20 dias de reclusão, em regime fechado. Após recurso do Ministério Público, a pena foi aumentada para 14 anos.

No dia 12 deste mês, o TJ-SP determinou a certificação do trânsito em julgado da sentença.

Mesmo assim, com sentença definitiva transitada em julgado, o ministro não conteve sua ira libertadora e mandou soltar.

O Ministério Público Federal recorreu.

O alvará de soltura deve ser expedido nesta segunda-feira (24).

Um inaceitável absurdo jurídico.

da Redação

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055