martins em pauta

segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

[FOTO] PM ajuda criança com fome em praia de SP e post viraliza

Segunda, 31 de Dezembro de 2018

Foto: Debora Camarinho

Uma atitude de um policial militar em São Vicente, no litoral de São Paulo, acabou viralizando nas redes sociais neste fim de semana. Ao observar um garoto sozinho, fazendo malabares em meio aos milhares de turistas que curtem o fim de ano na Baixada Santista, o soldado observou que a criança estava com fome. Em vez de ignorar a situação e continuar sua patrulha, o policial parou, chamou o menino e pagou um lanche para ele, o que comoveu moradores e turistas.

O ‘flagrante’ foi registrado na última sexta-feira (28) por uma moradora do município. Desde que foi postado em alguns de seus perfis nas redes sociais, o relato não parou de comover as pessoas, e já conta com milhares de compartilhamentos e reações. “Fiquei chocada com tudo isso”, afirma a moradora Debora Camarinho.

Segundo Debora, o garoto é conhecido da vizinhança, pois faz os malabares no mesmo local há alguns anos, no intuito de ganhar alguns trocados. “Já tinha visto ele várias vezes ali, soube que já tentaram ajudá-lo. Alguns dizem que ele tem alguns problemas familiares, mas ninguém sabe ao certo”, explica.

Debora conta que passeava com o cachorro pela orla da praia quando decidiu parar em um quiosque. Foi quando se deparou com a cena: o PM trazia o garoto, e o sentou em uma das mesas. “Vi ele pegar um cardápio, e aí o menino escolheu um lanche. Ele pagou e nem esperou o garoto acabar. Deixou ele comendo”, relembra.

Foi quando ela decidiu se dirigir ao policial, de nome Miqueias, para lhe dar os parabéns pela atitude. “Ele disse que não tinha sido nada, mas eu fiz questão de registrar e postar”, afirma.

Para Debora, divulgar o episódio foi uma forma de mostrar às pessoas um outro lado da polícia. “Muitos tem preconceito e criticam a PM. É difícil elogiarmos atitudes de policiais. Então, quando a gente vê o lado bom de um policial, precisa parabenizar e elogiar”, diz.

Essa visão positiva foi reforçada com outro relato, que ela diz ter ouvido de uma amiga, comerciante no mesmo bairro. “Ela estava indo trabalhar e viu outros policiais dando água para as crianças que ficam na rua. Eles veem essas crianças ali, elas não são invisíveis”, conta.

A autora do post acredita que outras iniciativas deveriam ser tomadas para que as crianças que vivem na rua pudessem ser ajudadas de maneira mais efetiva. “Precisamos entender o que está acontecendo para esse menino ficar tanto tempo na rua, afinal já são muitos anos ali. Falta entender e investigar. Dessa vez o policial ajudou. E depois? Quem vai ajudar?”, finaliza.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055