martins em pauta

segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

Grupo composto por Polícia Federal e Forças Armadas declara que grau de risco de ameaça a Jair Bolsonaro é acima do normal

Segunda, 31 de dezembro de 2018


O grupo de inteligência multidisciplinar das forças de segurança pública e do Estado, composto por membros do Gabinete de Segurança Institucional, Polícia Federal, Forças Armadas e Agência Brasileira de Inteligência – ABIN, declarou que o grau de risco de ameaça à vida de Jair Bolsonaro é acima do normal.

O major-brigadeiro do Ar, Ricardo Cesar Mangrich, responsável pelo comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) afirmou que “Existe um processo metodológico para se chegar e medir o grau de ameaça. Informes, informações, algumas até um pouco dispersas. Mas tudo isso compõe um cenário para o risco avaliado. Não é alto ou altíssimo, mas foi considerado fora da normalidade. Por isso, adotamos uma postura extremamente protetiva”, ou seja, desde informações robustas e concretas até informações menos precisas ou ‘achismos’ são meticulosamente monitorados e dissecados.

O controle da segurança envolverá as mais diversas forças da Segurança Pública da esfera Federal. Ao todo são 28 atiradores de elite, posicionados estrategicamente. A posse também contará com uma presença intensa das polícias Federal, Civil e Militar, desde o aeroporto de Brasília até o perímetro previamente selecionado. Conforme autorizado por decreto de presidente Michel Temer, a segurança também será composta por aeronaves com poder e autorização para abater qualquer outra aeronave tomada como suspeita e que entrea no perímetro de 130 km.

Informação do Correio Braziliense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055