martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

domingo, 22 de janeiro de 2023

Polícia Civil de Pernambuco abre inquérito para identificar envolvidos no confronto entre torcedores do Sport e ABC

Domingo, 22 de Janeiro de 2023

Foto: reprodução

A Polícia Civil de Pernambuco instaurou inquérito para identificar os envolvidos no confronto entre torcedores do Sport e do ABC. Os dois times se enfrentaram no sábado (21), em Recife (PE), na partida válida pela Copa do Nordeste.

De acordo com a polícia, três pessoas foram presas durante a confusão: duas prisões por posse de entorpecentes e outra por danificar uma viatura da polícia. Além disso, dois torcedores (um potiguar e um pernambucano) foram socorridas para um hospital.

VEJA: [VÍDEOS] IMAGENS FORTES: Torcedores do ABC são espancados em confronto com membros de torcida organizada do Sport, em Recife

A Polícia Civil de Pernambuco informou, também, que estão sendo analisadas imagens e outros elementos que possam ajudar a identificar suspeitos e também elucidar as circunstâncias dos atos de violência.

Além disso, a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS/PE) informou que vai reforçar as medidas de prevenção da violência no contexto dos jogos de futebol e também reprimir facções criminosas que estão dentro das torcidas de futebol.

VEJA TAMBÉM: VÍDEO: Torcidas organizadas de ABC, Sport e Náutico protagonizam mais um confronto em Recife

“É preciso identificar e punir com mais rigor não apenas aqueles que praticam agressões, depredação e desordem pública, mas os que subsidiam ou ajudam a capitalizar esses grupos. Esse é um grande desafio nacional, e todos os órgãos, poderes constituídos e a sociedade civil precisam estar empenhados na garantia da paz social e na devolução desse espetáculo esportivo aos verdadeiros torcedores”, detalhou a Secretaria de Defesa Social.

Vídeos divulgados nas redes sociais mostram torcedores do ABC sendo espancados por torcedores do Sport neste sábado (21). Nas imagens, é possível ver dois abecedistas caídos no chão, levando chutes, socos e pontapés por parte de integrantes de torcidas organizadas do time rival. Um deles, inclusive, teve as roupas roubadas e ficou apenas de cueca. Além disso, integrantes da Torcida Jovem do Sport ainda foram flagrados depredando um carro.

Nota da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco

Em relação aos lamentáveis fatos registrados na tarde do último sábado (21), envolvendo confrontos entre as chamadas torcidas organizadas, a Secretaria de Defesa Social, coordenadora das forças estaduais de segurança e também do Grupo de Trabalho Futebol, integrado por clubes, federação Pernambucana de Futebol, Ministério Público e Juizado do Torcedor, presta os seguintes esclarecimentos:

1 – A Polícia Civil de Pernambuco instaurou inquérito e está trabalhando com dedicação para que todas as pessoas envolvidas em agressões, danos ao patrimônio e outros crimes sejam devidamente identificadas e responsabilizadas penalmente. Estão sendo analisadas imagens e outros elementos que possam ajudar a identificar suspeitos e também elucidar as circunstâncias dos atos de violência. A população pode ser parceira da polícia, colaborando com informações entrando em contato com a Delegacia de Polícia de Repressão à Intolerância Esportiva (81-994884122, via whatsapp, ou e-mail dprie@policiacivil.pe.gov.br). O serviço funciona como disque-denúncia e garante o anonimato.

2 – Durante os fatos associados ao evento esportivo, três pessoas foram presas pelas forças de segurança. Após abordagens, a Polícia Militar, por meio do Batalhão de Choque, prendeu dois homens por porte de entorpecentes (maconha e cocaína). Eles foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Repressão à Intolerância Esportiva. Na atuação do efetivo policial em confrontos registrados nas imediações da sede do Náutico, para onde se deslocou um grupo de vândalos, um homem foi preso por danificar viatura policial, sendo conduzido para a Central de Plantões da Capital. As diligências e investigações prosseguem.

3 – Na operação de segurança pública para esse evento esportivo, a Polícia Militar empregou 300 policiais, de batalhões de área e unidades especializadas, a exemplo do Choque, Radiopatrulha, CIPCães, CIPMoto e Cavalaria. Ao longo do dia, o trabalho foi intenso, prevenindo e reprimindo agressões e atos de vandalismo, antes e depois do jogo. No estádio, a partida transcorreu de forma tranquila, mas houve confrontos entre integrantes desses grupos nos bairros de Joana Bezerra e dos Aflitos. A PMPE esteve presente e intercedeu de imediato, evitando danos patrimoniais ainda maiores e a perda de vidas. Duas pessoas, sendo uma de Pernambuco e outra do Rio Grande do Norte, foram socorridas pelos policiais e encaminhadas ao Hospital da Restauração pelo Samu. No pós-jogo, houve o acompanhamento e monitoramento para que novos confrontos não ocorressem em outros locais até a dispersão completa e a volta para casa.

4 – Por fim, a SDS informa que já esteve reunida com o presidente da Federação Pernambucana de Futebol e está em contato com os demais poderes que constituem o GT Futebol. Novas diretrizes estão sendo traçadas de modo a dar mais efetividade na prevenção da violência no contexto dos jogos de futebol e também na repressão a facções criminosas que se travestem de torcida. É preciso identificar e punir com mais rigor não apenas aqueles que praticam agressões, depredação e desordem pública, mas os que subsidiam ou ajudam a capitalizar esses grupos. Esse é um grande desafio nacional, e todos os órgãos, poderes constituídos e a sociedade civil precisam estar empenhados na garantia da paz social e na devolução desse espetáculo esportivo aos verdadeiros torcedores.

Novo Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643