martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

terça-feira, 6 de dezembro de 2022

Namorado de Fátima dá as caras e é escorraçado pelo povo

Quarta, Dezembro de 2022


Recentemente os lacradores americanos deram a isso o nome de ‘Reparação Histórica’ – é um conceito obtuso que julga o passado com os dados e conhecimento presentes, o que não faz o menor sentido, mas como a grande imprensa incentiva e elogia estas atitudes os mimizentos continuam repetindo esse erro grosseiro indefinidamente.

O deputado federal Túlio Gadêlha (Rede-PE), namorado da jornalista Fátima Bernardes, foi alvo de críticas nas redes sociais, após fazer uma postagem no Twitter na qual mistura futebol com “reparação histórica”, onde alega torcer na Copa do Mundo para “países que foram colonizados”. A publicação foi feita na última sexta-feira (2).

– Rapaz, parando pra pensar, percebi que nos jogos da Copa, depois do Brasil, sempre torço para os países que foram colonizados. E se o jogo for entre dois países colonizados, torço para o menos desenvolvido. Sim, eu misturo futebol com reparação histórica. Mais alguém é assim? – escreveu. 

Nas redes sociais, os internautas ironizaram a publicação de Túlio e afirmaram que a declaração do parlamentar seria incoerente por causa do estilo de vida que ele leva.

– Aqui utilizando meu iPhone, do alto do meu castelo de mármore e ouro, bebendo e comendo do melhor que a “vida” pode oferecer e assistindo um jogo da Copa… Vou falar sobre reparação histórica enquanto a minha empregada, que é praticamente da família, segue me servindo – escreveu um usuário do Twitter.

Outros destacaram ainda que o deputado federal faz críticas aos países colonizadores, mas que passa férias nesses locais. Alguns internautas lembraram, por exemplo, que Gadêlha e Fátima Bernardes passaram férias em Paris, na França, no início deste ano.

– Nas férias, você vai passear em países menos desenvolvidos para ajudar na reparação histórica, incentivando o turismo local ou vai para os países colonizadores enquanto faz textinho bonito no Twitter, namorado da Fátima? – questionou outro.

Claro que o deputado é um ignorante em historiografia e não precisa se constranger caro parlamentar porque você divide essa posição com boa parte de nossos professores...de história. Por exemplo se ele torceu para seleções árabes, cabe dizer que essas nações foram notórios escravagistas. Colonizando, inclusive, boa parte da Península Ibérica.

O império Uolofe, na região da Senegambia (hoje, Senegal) chegou a escravizar 30% da população (negra) da região entre os séculos XIV e XVI.

O problema dos marxistas, tanto intelectuais quanto políticos, é que limitados a visão de um único pensador (Karl Marx) eles acham que o mundo foi criado no século XIX e tentam ‘encaixar’ todo conhecimento humano naquele breve suspiro marxista. Resumindo é pura falta de leitura.

Foto de Eduardo Negrão

Eduardo Negrão

Consultor político e autor de "Terrorismo Global" e "México pecado ao sul do Rio Grande" ambos pela Scortecci Editora.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643