martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quarta-feira, 6 de abril de 2022

Maquiavel e a corrupção petista

 Quarta, 06 de Abril de 2022

Nicolau Maquiavel disse:

"O primeiro método para avaliar a inteligência de um governante é olhar para os homens que estão à sua volta."

A palavra "inteligência" pode também, convenientemente, ser substituída por “caráter”

Então vejamos alguns dos “homens” que sempre estiveram à volta de Lula, só dele se separando quando condenados e/ou encarcerados pela Justiça.

Uma primeira e simplificada lista inclui:

Antônio Palocci, José Dirceu, João Vaccari Neto, André Vargas, José Genoíno, Fernando Pimentel, Sérgio Cabral, João Paulo Cunha, Guido Mantega, Marcelo Odebrecht, Jorge Luiz Zelada, Luiz Argôlo, Leo Pinheiro, etc. (A lista é longa)

Segundo Maquiavel, só este elenco de “cumpanheros” e demais sócios de crimes basta para mostrar o caráter de Lula. Todos eles estariam encarcerados, não fosse a toga protetora de alguns ministros do STF.

São todos homens de péssimo caráter, esses que sempre estiveram à volta de Lula. E isto, segundo Maquiavel, já denuncia o caráter de Lula.

Tudo isto, claro, sem contar o Lula, ele próprio ex-prisioneiro, condenado até a terceira instância em alguns dos processos, mas hoje solto graças à criação - pelo STF em 07/11/2019 - do Estado Cleptocrático de Direito (ECD) no Brasil.

No ECD, criado pelo STF, a jurisprudência estabelecida em 2016 foi reformada e passa a impedir a prisão antes do “transito em julgado”, isto é, antes do fim do percurso em quatro (!!!) instâncias judiciais, com uma infinidade de recursos protelatórios em cada instância, o que invariavelmente leva o processo à prescrição, garantindo a impunidade do bandido. Não se pode imaginar escudo maior a proteger a liberdade de bandidos endinheirados.

Digno de nota é o fato de Gilmar Mendes ter votado, em 2016, a favor da prisão após a condenação em segunda instância, só para em 2019 votar a favor do ECD. Na época, em 2016, ao defender a prisão após condenação em segunda instância, Gilmar falou:

“Praticamente, não se conhece no mundo civilizado um país que exija o trânsito em julgado. Em princípio se diz que pode se executar a prisão com a decisão em segundo grau".

Isto Gilmar falou, lembremos, em 2016. Em 2017- talvez após consultar manuais de sua “ciência jurídica” – Gilmar já mudara de opinião. Segurança jurídica é isso aí.

A “ciência” jurídica de nossos togados em gabinetes presidenciais suspeitos é assim: pode mudar a cada dois anos, ou a cada ano, dependendo dos interesses pessoais dos ministros. Quem trabalha, ou trabalhou em ciência verdadeira – como este humilde escriba – fica aturdido com tamanha empulhação feita à luz do dia. A ciência de Gilmar Mendes, Toffoli, Lewandowski, Cármen Lucia e outros “supremos” é tão ciência quanto a Cura Quântica, a Cromoterapia, a Cristaloterapia, a Energia Reiki e tantas outras pseudociências que infestam nosso cotidiano, ante a indiferença de nossas autoridades sanitárias.

Não bastasse a criação do ECD pelo STF- fato que a História registrará para a eterna vergonha do sistema judiciário brasileiro – vem o militante petista Edson Fachin a anular todas as condenações impostas ao dono do seu partido (o PT) por – Eureka! Eureka! - “erro de CPF”, isto é, erro de foro original (Curitiba), onde correu o julgamento em primeira instância de Lula. Por conta deste verdadeiro achado “científico” de Fachin, Lula será candidato à Presidência da República, para angústia, decepção e desespero dos brasileiros honestos e conscientes.

A ousadia, a falta de vergonha e compostura desses ministros, somadas ao enorme poder de que dispõem, assusta e desanima o cidadão de bem. O faz lembrar do sempre citado e cada vez mais contemporâneo Ruy Barbosa:

“De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto.”

Repita-se, para concluir: São todos homens de péssimo caráter, esses que sempre estiveram à volta e à defesa de Lula. A sentença de Maquiavel vai muito além do que ele estava pensando, quando a proferiu.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055