martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

FOTO: Estudante de direito é preso no RJ com 3 mil pés de maconha

Quinta, 28 de Janeiro de 2021


Foto: Divulgação/Polícia Civil do Rio de Janeiro

A Polícia Civil do Rio prendeu hoje o estudante de direito Felipe Coutinho Vaz, de 31 anos. Ele administrava três sítios, em Maricá, onde foram encontrados 3 mil pés de maconha.

Segundo as investigações, ele vendia skunk no Rio e em Niterói. As plantas eram cultivadas num galpão com estufas, ventilação, controle de temperatura e iluminação.

A polícia diz que cada quilo da droga era vendido a R$ 30 mil, e cada colheita rendia entre três e cinco quilos.

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Snoopy Dogg

    Maconha é só uma planta. 🌿
    Há quem goste de álcool ou tabaco, mas está mais do que provado que é muito menos ofensiva do que essas substâncias.
    O que mata é a proibição que cria um mercado marginal que envolve desde bandidos assassinos a policiais e políticos. Se liberar e organizar acaba essas grana nas mãos dessa gente. Uma coisa é certa: proibida ou não, quem gosta nunca vai parar de fumar.

  2. Italo Magnus

    Jeito é com j e não com g

  3. marcus

    Deve ser um asqueroso PETISTA!

  4. Fernando Bastos

    VERGONHA É CHAMAR ISSO DE ESTUDANTE DE DIREITO, TORTO DESSE GEITO.

  5. Rafael

    Idiotices do Estado, prender o cidadao por uma planta. Fuma quem quer. E outra, proíbam alcool entre outras drogas. Hipocresia.

    • Neco

      Fuma quem quer, mas depois os custos de tratamento vão para quem mesmo?
      E não venha com comparações com hábitos alimentares.

  6. JOAO MARIA

    ACHO QUE ERA PARA CONSUMO

  7. Fazenda Gado Feliz 🙃

    Contratar esse jovem para cuidar do pasto aqui da fazenda.

  8. Junin

    Agora vai ter uma excelente oportunidade de fazer uma ótima prática de direito criminal. Menino dedicado esse garotinho, na primeira audiência de custódia estará livre, e isso será o grande empecilho no aproveitamento de sua prática jurídica. Lamentável!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055