martins em pauta

quinta-feira, 23 de agosto de 2018

Bolsonaro diz que vai a debates

Quinta, 23 de Agosto de 2018

Foto: Wikimedia Commons

Um dia após o presidente do PSL dizer que o presidenciável Jair Bolsonaro não iria mais aos debates, o candidato disse, na manhã desta quinta-feira, que pretende participar, sim, de três debates marcados por emissoras de TV. O presidenciável afirmou, por outro lado, que não deverá ir a sabatinas porque perde tempo destinado à sua campanha na rua.

— Dos três (debates) da televisão, a ideia é, sim (participar). Nos demais, não, porque eu perco o contato com o povo — disse Bolsonaro, durante caminhada no centro de Araçatuba, no interior de São Paulo.

Na quarta-feira, o presidente do PSL, Gustavo Bebianno, disse ao GLOBO que os debates se transformaram em uma “farsa”, na qual é impossível aprofundar qualquer proposta, e que, por isso, Bolsonaro não participaria mais. Nesta quinta-feira, ele já afirmou que a decisão final sobre a participação nos programas será tomada na véspera.

— Vamos avaliar na véspera (se participa dos debates). Ele é o único candidato que não perdeu contato com a realidade, com o povo.

Segundo Bolsonaro, a participação nas sabatinas o afastaria da campanhas nas ruas.

— Não posso perder o contato com o povo para participar de sabatina — disse o candidato.

O presidenciável iniciou nesta quarta-feira, em Presidente Prudente, uma agenda pelas cidades do oeste paulista. Com defesa das pautas dos ruralistas, como a liberação de armas e tornar terrorismo a ocupação de terras, Bolsonaro quer conquistar votos na região, tradicional reduto com o povo.

Em Araçatuba, segunda parada do giro pelo interior, Bolsonaro ficou irritado ao ser questionado se sua campanha poderia ser prejudicada pela denúncia feita contra ele pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, Para Dodge, o candidato demonstrou preconceito contra quilombolas, indígenas, refugiados, mulheres e LGBTs em uma palestra no Clube Hebraica, no Rio, no ano passado.

Em uma das frases questionadas na representação da PGR, Bolsonaro disse que visitou um quilombo e que os moradores de lá “não fazem nada” e “nem para procriador servem mais”.

— Você já foi num quilombola? Tenho certeza que não foi. Não sabe o que é um quilombola. Grande parte dele quer uma nova Lei Áurea.

O deputado federal criticou a imprensa pelo espaço que tem dado ao ex-presidente Lula, que, preso na Polícia Federal em Curitiba, tenta oficializar sua candidatura ao Planalto.

— O PT fala em controle social da mídia e grande parte da mídia dá espaço para um presidiário. Não sei o que acontece. Imprensa livre, que venda a verdade, é o que queremos.

O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055