martins em pauta

domingo, 29 de julho de 2018

Observatório da Violência considera caso das irmãs assassinadas e a morte do bebê de uma delas como Triplo Homicídio em Mossoró-RN

Domingo, 29 de Julho de 2019

Médicos do Samu tentam reanimar o bebê, após ser retirado da barriga da mãe por meio de cesariana emergencial.




















O assassinato das irmãs, Samira Mendonça Bezerra e Sheylla Mendonça Bezerra (grávida de oito meses) e a morte do bebê, ocorrido na noite de sexta feira (27) no apartamento onde moravam, na Rua Tiradentes, ao lado da Igreja do Alto da Conceição em Mossoró, está sendo considerado, pelo Obervatório da Violência (OBVIO) do Rio Grande do Norte, como triplo homicídio.

Em contato com o site Fim da Linha, via Whatsapp, na manhã deste domingo, 28 de julho, o coordenador do Obvio, Ivênio Hermes, expressou em texto o entendimento do órgão em relação ao caso. leia o texto:

Caso se confirme o nascimento com vida, e morte posterior, do filho de Sheylla Mendonça Bezerra, então se configura um triplo homicidio.

Ora, essa criança não é natimorto (nascido morto que deve ser registrado em livro próprio do Cartório de Pessoas Naturais) e nem nascituro (aquele que irá nascer, que foi gerado, porém não nasceu ainda. ou seja, que está pronto para nascer, mas que ainda está no ventre materno), é simplesmente um ser humano nascido, que não resistiu ao trauma do processo do parto e foi a óbito em decorrência daquilo que causou esse trauma.
                               Ivênio Hermes coordenador do Obvio-RN

Então, Sheylla Mendonça Bezerra foi vítima de feminicídio, pois sua morte foi originada da condição suscetibilizadora de ser mulher, e sua irmã, Samira Mendonça Bezerra, foi queima de arquivo, bem como seria sua mãe, Sonia Maria de Mendonça, caso o(s) assassino(s) tivessem logrado êxito nesse intento de morte.

Inferindo ao caso a suscetibilidade de três mulheres morando sozinhas em um apartamento, Samira Mendonça Bezerra também foi vítima de feminicídio, embora o ensejo seja queima de arquivo e não crime passional com foi sua irmã.

A criança, sofreu infanticídio, que indica o ato voluntário de matar uma criança, comumente cometido contra um recém-nascido. Nesse cenário então seria tripla conduta letal intencional, sendo dois feminicídios e um infanticídio. (Triplo Homicídio) Diante dos fatos e evidências, infelizmente a cidade de Mossoró chega aos 149 assassinatos em 2018.


Fonte: Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055