martins em pauta

sábado, 5 de agosto de 2017

Centrão pressiona Temer: 'Que o PSDB fique com a metade, já que votou pela metade'

Sábado, 05 de Agosto de 2017 

Hildo Rocha (PMDB-MA) | Foto: Reprodução / Blogs O Estado

Com a denúncia arquivada graças, principalmente, ao apoio do centrão, Michel Temer (PMDB) está sendo pressionado por esses partidos para rever os cargos no governo. Eles querem punição ao PSDB, que detém quatro ministérios, mas registrou 21 votos contra o presidente. "O que se decidiu ontem era se o presidente continuaria ou não na Presidência. Quem votou contra não pode fazer parte da base. Que o PSDB fique com a metade [dos ministérios], já que votou pela metade", defendeu Hildo Rocha (PMDB-MA), vice-líder do PMDB na Câmara, segundo informações d'O Globo. O pensamento, compartilhado por integrantes do PR, PTB e PP, é de que Temer deve valorizar sua nova base. "O PTB se portou de forma responsável: dos 18 deputados, 15 votaram com Temer, dois a favor da denúncia e um não compareceu. Não dá para tratar as pessoas infiéis como todo mundo. Tem que reorganizar os espaços", ressalta a deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), filha de Roberto Jefferson, presidente do partido. O argumento também é sustentado pelo líder do PSD na Câmara, Marcos Montes (MG), que espera conseguir "um reconhecimento maior pelo desgaste" sofrido. De acordo com a publicação, o Planalto vai sim compensar esses partidos, mas sem desalojar o PSDB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget