martins em pauta

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Votação de denúncia contra Temer no plenário da Câmara pode ficar para agosto

Quinta, 06 de Julho de 2017

Foto: Antônio Augusto / Câmara dos Deputados

O plenário da Câmara dos Deputados poderá votar a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer apenas em agosto. O atraso seria realizado caso a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa siga um calendário de tramitação diferente do que o Palácio do Planalto e governistas pretendiam. De acordo com informações do O Globo, o presidente da CCJ, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG) não garantiu que a votação do parecer do relator vai ocorrer até a quinta-feira da próxima semana, que era o prazo previsto para que o caso fosse votado na Comissão para poder ser apreciada pelo plenário até o dia 17 de julho. Ainda está previsto mais de 40 horas de debates pelos parlamentares. "Se for preciso alongar por mais uma ou duas sessões, nós o faremos para garantir a lisura do processo", afirmou o presidente Pacheco. Os governistas temem que a PGR apresente outra denúncia contra o presidente, complicando ainda mais a situação de Temer. "É impossível que na sexta-feira [da próxima semana] o processo esteja pronto para votação em plenário", disse o deputado de oposição Alessandro Molon (Rede-RJ). Para a Câmara enviar a denúncia para o Supremo Tribunal Federal (STF), 342 parlamentares devem votar favoravelmente à peça. Caso Temer se torne réu na Suprema Corte, deverá ser afastado da Presidência por 180 dias até que o processo do tribunal tenha fim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget