martins em pauta

sábado, 8 de julho de 2017

Violência antipolícia se combate com união

Sábado, 08 de julho de 2017

Por Erick, O Caçador


Erick Caçador - Violência antipolícia se combate com união

Em meio a uma ofensiva letal das Facções Criminosas, envolvendo ataques a policiais e suas famílias, a Insegurança Pública no RN chega a novo patamar. Os Operadores de Segurança Pública sabem que estão sendo mapeados e caçados individualmente. Assaltos, arrastões residenciais, expulsão de famílias, ameaças, assassinatos. As Facções Criminosas alardeiam isso nas Redes Sociais. E o pior é que o Governo não se pronuncia sobre o assunto, o Ministério Público não apura a ligação entre as centenas de casos, a imprensa não noticia o problema com esse enfoque.

Agentes Penitenciários, Guardas Municipais, Policiais Civis e Militares, além de outros profissionais de Segurança, estão numa situação de total inversão de papéis com a escória criminal, este sim, cada vez mais segura, amparada juridicamente e beneficiária de Assistência Social. Onde está a OAB? Onde estão os Direitos Humanos? Por que não defendem o Operário da Segurança?

A realidade nua e crua é que não há ninguém pelos Operadores de Segurança Pública! Estes, se não se mobilizarem para pressionar por sua autodefesa, se não tomarem por si as medidas necessárias, ficarão como alvos parados. Esse é o fruto venenoso da complacência, por décadas, com as doutrinas políticas de exaltação da marginália como "minoria vulnerável" e injustiçada! Esse é o preço que a Sociedade aterrorizada inteira já está pagando, e agora estrondou nas vidas dos próprios defensores dessa mesma Sociedade que elege bandidos para fazer as leis que superprotegem bandidos.

O Foro de Segurança Pública do RN, entidade que reúne os principais sindicatos e associações de Operadores de Segurança, marcou uma Assembléia Extraordinária para as 09:00h de amanhã, 07 de Julho de 2017, em frente a Governadora do Estado, para discutir o problema. Se espera que, daí, o movimento resultante reverta a situação, rompendo a inércia das "Autoridades Competentes".

Pela sobrevivência, as categorias de Segurança devem se unir

Fonte: O Câmera

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget