martins em pauta

domingo, 2 de julho de 2017

Pela primeira vez em mais de 100 anos, USP adotará cotas raciais para ingresso em Medicina

Domingo, 02 de Julho de 2017 

Foto: Divulgação

A Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) adotará o sistema de cotas raciais para o ingresso de estudantes, pela primeira vez, em mais de 100 anos de história. De acordo com informações do G1, a organização da instituição aprovou, nesta sexta-feira (30), a adesão parcial do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que usa a nota do Enem para selecionar alunos. A informação foi confirmada à publicação, na manhã deste sábado (1º), pelo diretor da FMUSP, professor José Otávio Costa Auler Júnior, que garantiu que 50 das 175 vagas de medicina em 2018 serão selecionadas via Sisu/Enem. Outras 125 continuarão oferecidas por vestibular tradicional, pela Fuvest, que já adota sistema de bônus adicional a estudantes de escolas públicas que se autodeclarem pretos, pardos e indígenas. A partir de agora, das 50 vagas oferecidas pelo Sisu 2018, 10 serão reservadas para ampla concorrência, 25 para candidatos provenientes de ensino médio em escola pública, e 15 para alunos vindos da rede pública que se autodeclarem pretos, pardos e indígenas. Com a mudança, pela primeira vez na história, a Faculdade de Medicina da USP terá política específica de cota racial, destinando 8,6% de todas as vagas para este fim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055
Ocorreu um erro neste gadget