martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sexta-feira, 7 de maio de 2021

“Eles não têm do que nos acusar! Aqui é o gabinete da liberdade, da seriedade”, afirma Bolsonaro em discurso histórico (veja o vídeo)

 Sexta, 07 de Maio de 2021

Durante o lançamento da Semana Nacional das Comunicações, o presidente Bolsonaro mencionou o Art. 5º da Constituição, ressaltou a importância fundamental da liberdade, e falou da perseguição que o governo e seus apoiadores sofrem.

“Estamos na iminência de baixar um decreto para regulamentar o Marco Civil da Internet, dando liberdade e punições, para quem, porventura, não respeite isso”, ressaltou.

O presidente lembrou que o marketeiro dele na eleição não ganhou milhões de dólares fora do Brasil – referindo-se a João Santana, que foi marketeiro do Lula, e foi contratado este ano para fazer a campanha de Ciro Gomes.

“Meu marketeiro é um simples vereador, Carlos Bolsonaro... É o Tercio, o Arnold, que trabalha comigo, é o Mateus, são pessoas que são perseguidas o tempo todo, com se tivessem inventado um gabinete do ódio. Eles não têm do que nos acusar! É o gabinete da liberdade, da seriedade. Vou botar hoje uma placa lá, Gabinete João 8:32, ali nasce a verdade, que tanto precisamos”, completou.
“Quem poderá contestar o Art. 5º da Constituição?”

 

“Se eu baixar um decreto, vai ser cumprido, não será contestado por nenhum tribunal. E o que constaria no corpo desse decreto? Constariam os incisos do Art. 5º da Constituição. O Congresso estará do nosso lado. O povo, ao qual o Executivo e o Legislativo devem lealdade absoluta, estará do nosso lado. Quem poderá contestar o Art. 5º da Constituição?
O que está em jogo? E alguns ainda ousam, por decretos subalternos, nos oprimir. Queremos a liberdade de culto, queremos a liberdade de poder trabalhar, queremos o nosso direito de ir e vir. Ninguém pode contestar isso. E se eu baixar o decreto, será cumprido, juntamente com o parlamento, e o poder de força dos 23 ministros”, ressaltou.

O presidente comentou ainda o caso de Robson de Oliveira, motorista do jogador de futebol Fernando Lucas, solto depois de ficar dois anos preso na Rússia. Ele foi detido depois de levar medicamentos para dor nas costas para o sogro do jogador, que na época atuava pelo Spartak Moscow, da Rússia.

Dentro da mala de Robson, foram encontrados 60 comprimidos de metadona, remédio ilegal no país. Após intervenção direta do governo brasileiro junto às autoridades da Rússia, incluindo videoconferência de Bolsonaro com Vladmir Putin, o motorista foi solto.

“Isso foi fruto de um trabalho de comunicação, de bom relacionamento, que começou com Ernesto Araujo, que hoje não é mais nosso ministro, e hoje tem prosseguimento, com o ministro França”, frisou o presidente.

Confira:

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055