martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quarta-feira, 5 de maio de 2021

Cipriano Maia defende endurecimento nas medidas de restrição

 Quinta, 06 de Maio de 2021

Foto: Adriano Abreu

Em reunião do Comitê de Especialistas da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) na noite desta terça-feira (4), os integrantes demonstraram preocupação com o atual momento da pandemia. O indicador composto (veja aqui), que reúne uma série de informações sobre o quadro da pandemia no Rio Grande do Norte, aponta para uma piora em diferentes municípios do estado.

Na visão do secretário de Estado da Saúde Pública, Cipriano Maia, o conjunto dos dados atuais não indica que seja para manter abertos ambientes que tenham alto risco de transmissão. “Os dados nos mostram que precisamos dar atenção mais ainda a todas as medidas de cuidado e evitar assim a transmissão desse vírus tão mortal para não chegarmos a uma terceira onda”, afirmou o secretário.

Apesar do secretário não ter especificado quais seriam os ambientes de alto risco de transmissão, que estariam abertos e que ele defende não manter abertos, fica claro que ele defende um endurecimento nas medidas de restrição, com base nos dados divulgados.

A análise feita pelo indicador composto aponta que o RN está há duas semanas com índices tanto de mortalidade quanto de casos confirmados com curva crescente. De acordo com o documento, as regiões Metropolitana de Natal, Oeste, Agreste e Vale do Açu estão em alerta vermelho para a taxa de casos ativos, o que corresponde a um aumento de casos confirmados na maior parte do estado.

DADOS

O levantamento mais recente do indicador composto, liberado no dia 4, aponta que 84,8% da população potiguar está em área de alerta, entre o sinal amarelo (3 e 4 pontos) e vermelha (5 pontos). A análise por região mostra que apenas o Alto Oeste conta com mais da metade de sua população em áreas de sinal verde (1 ou 2 pontos), apesar de ainda contar com 11,3% em sinal vermelho.

Na outra ponta, a Região Metropolitana está com toda a população em sinal amarelo, seguida do Agreste (94,6%), do Oeste (88,2%) e do Vale do Açu (84,3%).

O acompanhamento do indicador composto nas regiões, em comparação com o levantamento feito na última semana de abril, elenca que 78 municípios pioraram a situação, outros 80 mantiveram-se estáveis e apenas nove melhoraram de condição.

O indicador composto é fruto do trabalho da Sesap, do Comitê de Especialistas e da UFRN, sob a coordenação do professor Kenio Lima. O estudo permite um monitoramento da pandemia em todo o estado. O estudo reúne nove variáveis – casos ativos, ocupação de leitos, óbitos, entre outras – que traçam um olhar mais apurado sobre a situação de cada município e um escore que mostra a evolução a cada semana. Os dados servem de subsídio para a tomada de decisões na gestão da pandemia.


Fonte: Blog do BG

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Esse sujeito não pode ser levado a sério. Fez afirmações irresponsáveis no começo da pandemia, pregando terror na população . Terrorista incompetente!

  2. Fatima Bezerra e Cipriano Maia os verdadeiros genocidas no Rio Grande do Norte! Cadê os 5 milhões destinados a compra dos respiradores? Onde aplicaram os 1,8 bilhão destinado a saúde do Estado pelo Governo Bolsonaro?

  3. Devemos sim esta indiguinados. Porém nossa arma é o voto. Vamos banir de vez essa gente que tenta de todas as formas acabar com o nosso estado e colocar a culpa no Gov Federal.

  4. Se houvesse um estudo científico sério, incontroverso, imune a críticas, que demonstrasse a eficácia do isolamento social e do lockdown na diminuição de novos casos de Covid-19, e de mortes relacionadas à doença, então não se criticaria a adoção de tais medidas. Mas, ao contrário, em país nenhum onde houve a implantação das medidas severas de trancamento das pessoas, os casos diminuíram, vide os exemplos da Argentina, País que vem enfrentando o maior lockdown do mundo, Uruguai e Chile, estes 02 (dois) últimos, com larga vacinação em massa, mas que, juntos, estão enfrentando uma crescente de novos casos e mortes. Na verdade, o sr. Secretário Estadual de Saúde ecoa a ideologia política da sua “chefa”, e quanto mais a economia estadual sofrer, melhor para eles, pois podem culpar o Governo Federal. Acredita quem quiser. Idiotas úteis têm aos montes.

    1. O que ele vai querer é todo mundo na mão dele, até o gesto confirma. Isso é o gang dos PTralhas, querem é destruir o estado, pra depois vir com a istoria de reconstruir o estado. Isso é um bando de FDP

    1. Absurdo. O RN precisa de gente com sanidade mental e responsabilidade. Não se pode ter um lunático deste falando merda o tempo todo. Precisamos de alguém a altura e não deste canalha dissipador do caos. O RN está quebrando e sucumbindo a cada dia sem nenhuma atitude viável. É só fechar, fechar, fechar e não resolve cacete nenhum. Este imbecil precisa ser deposto do cargo junto a Fátima. Este governo está acabando o RN. Enquanto isso a Paraíba dá um show de administração e a jumenta do RN o show de perseguição e disseminação do Caos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055